terça-feira, outubro 30, 2012

Augustus Nicodemus Lopes

A Psicologia é compatível com o Cristianismo?

Esta é uma questão antiga. Quando o Dr. Powlison esteve no Mackenzie ano passado falamos sobre este assunto no programa Academia em Debate. Seguem abaixo os links para o programa (são duas partes).

PRIMEIRA PARTE



SEGUNDA PARTE


Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

5 comentários

comentários
30/10/12 14:54 delete

Alguém tranſcreveu, ou há algum reſumo eſcrito da poſição apreſentada alhures?

Responder
avatar
30/10/12 16:27 delete

Ótima entrevista, só faltou colocar as imagens dos livros do Dr. e o link da Cultura Cristã para compra.

Responder
avatar
Samuel Leal
AUTOR
31/10/12 01:05 delete

Que Deus abençoe sua vida amado, ótima entrevista.

visite palavra abençoadora: http://palavrabencoadora.blogspot.com

Responder
avatar
Djaik Neves
AUTOR
1/11/12 14:19 delete

Olá Rev.
Muito boa a entrevista. Só fiquei com uma certa dúvida sobre a posição dele quanto à possessão e entendo que seria interessante que o senhor escrevesse algo a respeito. E só mais um esclarecimento: o senhor pensa em disponibilizar as palestras dele no mackenzie?
Um abraço,
Djaik

Responder
avatar
Immanuel
AUTOR
12/9/18 21:24 delete

Oi irmãos, paz de Cristo. Se alguém puder me responder, gostaria de saber se o Dr. Powlison é cristão ou agnóstico, porque na tradução do 2º vídeo aos 5min08sec ele diz que é agnóstico. Ou se ele tem um entendimento agnóstico em relação a possessão demoníaca. Grato. Luciano Ribeiro Vieira.

Responder
avatar