domingo, junho 21, 2009

Augustus Nicodemus Lopes

Xô, Satã!

Já passamos de meio milhão de acessos ao nosso blog. Todo tipo de gente passa por aqui, inclusive Satã, que desta feita resolveu postar um comentário no último post. Acho que ele ficou tão impressionado com a marca que não conseguiu ficar sem registrar a sua presença. Dei uma colher de chá (apesar da recomendação bíblica de “não dar lugar ao diabo”) e publiquei o comentário do coisa-ruim (veja aqui).

Isto me lembrou que minha tarefa não é ser o editor do maligno, mas de expor quem ele é e alertar meus irmãos e irmãs contra as suas ciladas. Aproveitei uma tarde livre aqui em Colatina, ES, num acampamento da bela 3a. Igreja Presbiteriana, e fiz algumas reflexões sobre o assunto, seguindo aquela idéia genial de C. S. Lewis de que o tinhoso gosta de dois tipos de gente: aqueles que não acreditam que ele existe e aqueles que lhe dão demasiada atenção.

Não é que entre os evangélicos tenha muita gente que não acredita que Satã exista – ele existe, sim, até colocou um comentário no Tempora-Mores! Mas a verdade é que dentro do campo dos conservadores existem aqueles que lhe negam a existência na prática, embora, por causa do compromisso com a inerrância da Bíblia, tenham que admitir a sua realidade.

Esta negação prática se dá de várias maneiras. Nos púlpitos, em reação aos exageros neopentecostais, os pregadores conservadores quase não alertam os crentes acerca da ação satânica e excluem a atividade maligna como parte da causa dos males que existem no mundo. Na ação pastoral são poucos os pastores conservadores que estão dispostos a considerar a expulsão de demônios como a resposta para determinadas situações, embora biblicamente tenham de admitir que a possessão e a opressão malignas são uma possibilidade sempre presente. A tendência é sempre identificar a origem dos problemas e crises que acontecem com as pessoas como decorrentes unicamente das corrupções do coração humano. Todavia, se por um lado não devemos dar demasiada atenção ao mundo das trevas, por outro, não podemos viver ignorando-o, na prática.

Do outro lado do espectro, estão aqueles que acabam caindo no erro oposto, conforme a máxima de Lewis, e dão ao diabo mais prestígio do que realmente merece. Pastores, bispos, apóstolos, missionários evangélicos ficam perguntando o tempo todo “qual é sua graça?” aos demônios que supostamente infernizam a vida das pessoas que aparecem em seus cultos – uma prática erroneamente baseada num incidente da vida de Jesus, quando indagou o nome da legião de demônios que possuía o gadareno, antes de expulsá-los inexoravelmente (Mc 5.9). Pior, acabam dando o microfone a estas supostas entidades, como se o depoimento delas fosse algo que pertencesse ao culto a Deus ou que interessasse ao crente. Acho que estão dando crédito demais ao cão. Apesar de Jesus ter dito que ele é mentiroso e o pai da mentira, os neopentecostais continuam interessados no que Lúcifer tem a dizer e acreditam no que ele supostamente diz. Escrevem livros inteiros com base em informações obtidas dos demônios que tiveram a língua amarrada para dizer a verdade durante sessão de exorcismo!

É verdade que Paulo se refere aos demônios como “principados e potestades” (Ef 6.12) e que Jesus disse que o diabo é o “príncipe deste mundo” (Jo 14.30). Todavia, estão hoje enchendo a bola do coisa-ruim indevidamente, atribuindo-lhe mais poder do que ele realmente tem. Falam o tempo todo da sua autoridade. Falam dele como se ele fosse onisciente e conhecesse nossos pensamentos e lesse o nosso coração, como Deus faz. Reagem a ele como se ele fosse todo-poderoso e responsável por tudo de ruim que acontece no mundo, inclusive pelos pecados que as pessoas cometem, a ponto de criarem a idéia de que existem demônios do câncer, da erisipela, da AIDS, do desemprego, da luxúria, etc. Nunca consegui ver isto na Escritura. Para mim, prostituição, lascívia, idolatria, feitiçaria e outros são “obras da carne” nas palavras de Paulo (Gl 5.19-21), muito embora os demônios estejam por detrás dos ídolos, usando-os para corromper a mente das pessoas (1Co 10.20). Satã é um anjo caído, uma criatura deformada moral e espiritualmente. Isto não o torna mais poderoso do que os demais anjos de Deus e muito menos lhe confere algum poder extra. A autoridade que ele tem é limitada pela vontade de Deus, como ficou claro no episódio de Jó.

Também não acho que o tinhoso é tão inteligente assim. As Escrituras nos revelam que há uma certa astúcia em Satanás (2Co 10.3); todavia, esta astúcia é a astúcia de uma mente corrompida e depravada. Satanás é megalomaníaco e arrogante (1Tm 3.6) e obcecado por receber adoração dos seres humanos (Mt 4.9). A mente de um ser torcido como este não pode funcionar direito. O próprio Jesus disse ao diabo que cogitações dele eram apenas das coisas do homem, e não de Deus (Mt 16.23). Falta-lhe verdadeira inteligência e entendimento, além de sabedoria. Por exemplo, ele nunca conseguiu decidir direito o que fazer com Jesus. Num momento, ele tentou afastá-lo da cruz, tentando-o no deserto com riquezas e poder (Mt 4.1-11) e mais tarde através de sugestões feitas à mente de Pedro (Mt 16.21-23). Depois, contrariando este plano de ação, entra em Judas, que trai Jesus, levando-o à cruz (Lc 22.3-5; Jo 13.27). O tiro saiu pela culatra e com isto o demônio decretou sua própria derrota. Mas, ele não aprendeu a lição. O ódio que o domina e consome é tal que afeta seu entendimento e discernimento. Ele não percebeu que quanto mais instiga o mundo contra a Igreja, levando milhares ao martírio, mais a Igreja cresce e se multiplica, pois “o sangue dos mártires é a sementeira da Igreja”. Sua mente torcida pelo ódio não consegue ver claramente, só pensa em roubar, matar e destruir (Jo 10.10). É como um leão velho, faminto, matreiro, capaz de fazer truques, iludir e enganar, mas incapaz de realmente planejar com discernimento e entendimento sua guerra contra Deus e seu povo. É verdade que ele é astuto o bastante para derrotar e destruir muitos. Mas não o suficiente para ganhar esta guerra, vencer a Deus e impedir a sua Igreja.

Ele nem é muito criativo. Não consegue improvisar e criar coisas novas. No máximo, faz imitações toscas da ação de Deus. Não é sem razão que Lutero o chamou de “o macaco de Deus”. Deus mandou seu Filho ao mundo assumindo uma natureza humana? O tinhoso reagiu imitando a encarnação, mas o máximo que conseguiu foi a possessão. Isto explica porque apareceu tanta gente endemoninhada quando Jesus esteve entre nós, conforme o relato dos Evangelhos (Mt 4.24; etc.). Deus concedeu dons miraculosos à sua Igreja para realizar sinais e prodígios com o propósito de autenticar a mensagem apostólica (Hb 2.4)? Satanás parte para a imitação desta estratégia e seus ministros realizam sinais e prodígios da mentira (2Ts 2.9; Mt 24.24), através de demônios operadores de sinais (Ap 16.13-14). Acho que Satanás é bastante previsível e que os evangélicos erram em lhe atribuir mais inteligência do que ele realmente tem.

Acho que os evangélicos esquecem que ele é um espírito atormentado, amaldiçoado por Deus (Gn 3.14), que não conhece um minuto de paz em sua alma em trevas. Se os seres humanos sem Deus, que foram criados à sua imagem, sentem angústia e vazio por que lhes falta comunhão com Deus, muito maior é a dor, o sofrimento, a angústia e o vazio na alma deste anjo, criado para ser de Deus. É nesse sentido que as Escrituras nos dizem que ele está amarrado em algemas eternas para o juízo daquele dia (Jd 6). Ele e seus capangas vivem em constante terror diante da expectativa da chegada do dia do juízo, quando serão lançados no lago de fogo e enxofre para sempre (Mt 25.41). Foi por isto que aqueles pobres diabos, vencidos diante da majestade onipotente do Filho de Deus, rastejaram aos seus pés implorando “não nos mande sair para o abismo” (Lc 8.31).

Não estou dizendo isto para despertar pena e compaixão pelo cão. Ele é assassino e mentiroso. Não há redenção para ele, pois Deus, na sua soberania, decidiu socorrer aos homens e não aos anjos. Cristo não veio para redimir os anjos caídos, mas a descendência de Abraão (Hb 2.16). Estou dizendo estas coisas em reação à idéia popular de que o demo é um ser livre, que mora no inferno e ali reina supremo, atormentando as almas dos homens e tendo imenso prazer em fazer isto. A realidade é outra. Ele ainda não foi ao inferno, embora já viva em tormentos, e quando for, não será para reinar e atormentar os homens, mas para ser atormentado eternamente com eles (Ap 20.10).

Portanto, xô, Satanás!

Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

48 comentários

comentários
22/6/09 00:03 delete

Parabéns Agustus. Ótimo texto. Eu acrescentaria que parece que ele comanda seus "capangas" meio desordenadamente.

ab
Fôlton

Responder
avatar
22/6/09 10:37 delete

Caro Augustus:

Parabéns por adentrar mais esse filão doutrinário, tão massacrado, hiperbolicamente, pelos neopentecostais; desprezado inconsequentemente, pelos liberais; e reduzido minimalisticamente, pelos conservadores rasos de alma e doutrina.

Um abraço,

Solano

Responder
avatar
Danilo Neves
AUTOR
22/6/09 11:11 delete

Por curiosidade, onde esta essa citacao de Lutero, que diz que o diabo e [o macaco de Deus]?

Desculpem-me pelo teclado desconfigurado! Acho que e o capeta que ta fazendo isso kkk

Responder
avatar
Daniel M.S.
AUTOR
22/6/09 11:36 delete

A minha decepção com esse "Satã", é que esperava que ele escrevesse melhor e que pudesse mostrar toda a sua bagagem bíblica distorcida.

Responder
avatar
22/6/09 13:43 delete

Caros Reverendo,

Parabéns pelo mais de meio milhão de acessos ao O Tempora.

Paulo Silvano

Responder
avatar
22/6/09 13:51 delete

Graça e paz
Sobre a postagem "do cão". Lamento muito que meu amigo e irmão Paulo SIlvano tenha perfilhado com unhas e dentes as doutrinas de Ricardo Gondim.

O problema é que muitos textos das Escrituras que são contra essa tese tem sido riscados da Bíblia deles (Gondim e CIA).

Oh irmão Paulo Silvano! Deixa disso meu caro. À lei e às Escrituras (Is 8).

A paz
TAles

Responder
avatar
22/6/09 13:54 delete

Caro Augustus,

Eu já sabia que você não ia deixar barato tamanha afronta: você escreveria um post! E o fez muito bem. Sinceramente, não sei o que eu faria se de repente o demo resolvesse aparecer no meu blog (opticareformata.blogspot.com).Talvez eu também o repeliria com um alto e sonoro XÔ!

Um grande abraço!

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
22/6/09 14:41 delete

Prezado Rev. Augustus

Embora não tenha relação direta com seu post, aproveito – já que mencionou Satanás e sua ação neste mundo – para fazer-lhe algumas perguntas para as quais sempre busquei respostas sem no entanto conseguir satisfazer-me:
1 . “E, se Satanás se levantar contra si mesmo, e for dividido, não pode subsistir; antes tem fim”
Não sei como está esse versículo (e seus correspondentes nos outros Evangelhos) no original, porém não lhe parece que a afirmativa acima está dizendo, ao contrário do que tem há séculos sido a interpretação oficial, de que o Reino das Trevas está realmente dividido, já que não prevalecerá?
Sempre achei ilógica e incoerente a idéia de um Mal monolítico, à feição de um exército hierarquizado, com todos os anjos caídos respondendo rapida e prontamente ao comando de seu Líder Supremo – ao contrário, se imaginarmos que a ação do Mal no nosso mundo tende a reproduzir o modus operandi deles, não seria esse reino um amontoado de senhores feudais em constante conflito uns com os outros, mais atrapalhando-se do que realmente pondo em prática um plano de ação consistente, unidos apenas pela inexorabilidade de seu destino final e pelo ódio a Deus e aos santos?

2. “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.”
Embora não tenha qualquer base bíblica para afirmar isso – é pura especulação como tudo que escrevi ou vou escrever aqui – nunca levei a sério a idéia de que Satanás queria “ser maior do que Deus” ou queria ser “igual a Deus”. Como poderia uma criatura, que a Bíblia diz ter sido o “sinete da perfeição”, portanto talvez o mais inteligente ser criado, cometer tal estupidez? Estando próximo a Deus e conhecendo sua Majestade e Glória, saberia como algo básico que qualquer criatura sequer poderia cogitar em ser mais do que isso: uma mera criatura.
Portanto qual teria sido a origem da “iniquidade que se achou em ti”? O que realmente teria cobiçado esse anjo além daquilo que já possuía?

3. “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo.”
O sr. menciona que Satanás nunca soube direito o que fazer com Jesus – tenho minhas dúvidas, pois se tudo está claro hoje para nós é porque temos a Verdade Revelada e vivemos 2 mil anos depois desses episódios – para ele poderia muito bem fazer sentido à época...
Porém a questão aqui é outra: porque Satanás, tendo percebido a imensidão da sua derrota, permanece nela, com até mais ímpeto do que antes? A explicação tradicional de que quer “afundar atirando” é tão infantil que não merece comentário – temos também de lembrar que mesmo na escatologia amilenista há espaço para um Anticristo pessoal, que irá buscar “enganar se possível os eleitos”, configurando um esforço final de Satanás para dominação (mesmo que não política) intensificando até seus esforços nesse sentido...
Já ouvi dizer de que já que ele foi atirado da Eternidade para nosso continuum de espaço-tempo, perdeu a referência atemporal e realmente crê que pode ainda “virar o jogo”, porém acho uma explicação tão boba como a anterior...
Claro que tudo o que escrevi é pura especulação porém – Deut. 29.29 à parte – gostaria de ouvir a sua opinião sobre isso.

Abraços

Osvaldo Pimentel Filho
IP Vila Mariana - SP

Responder
avatar
Doni
AUTOR
22/6/09 17:01 delete

Interessantíssimo Dr Augustus,

Eu confesso que sempre tive a visão de que o diabo era um ser altamente pensante, com uma mente engenhosa, com milênios de vantagem sobre nós... sempre soube que ele é um derrotado, mas essa visão de que ele é atormentado e sem 1min de paz é algo que só parei pra pensar agora...

Não sei se podemos fazer perguntas aqui, mas eu tenho uma: se satã não é mais poderoso que os demais anjos de Deus, por que o arcanjo Miguel não ousou contender com ele no episódio da disputa do corpo de Moisés narrado em Judas?

Abraço.
Doni.

Responder
avatar
22/6/09 22:46 delete

Folton,

Obrigado por visitar nosso blog! Fiquei curioso com sua declaração, que ele comanda os capangas meio desordenadamente!

Danilo,

Não me recordo onde Lutero diz isto. É um dito comum e espalhado, já ouvi e repeti dezenas de vezes. Mas, digo o seguinte: se Lutero não disse, deveria ter dito!

Paulo Silvano,

Agradeço-lhe com a mesma sinceridade!

Leonardo,

Se o demo aparecer em seu blog, faça aquilo que ele mais detesta: Bíblia nele!

Abraços a todos!

Responder
avatar
22/6/09 23:07 delete

Osvaldo,

1. Na passagem citada sobre o reino de Satanás estar dividido, o Senhor não está fazendo uma afirmação, está levantando uma hipótese ad homine ou ad absurdum. Se ele estivesse expulsando demônios por estar endemoninhado isto significaria que o reino de Satanás estava dividido.

Entendo o seu argumento, e sua idéia faz sentido, que é mais próprio a desorganização, os conflitos internos e as lutas internas entre estes seres caídos. Todavia, algumas passagens que se referem aos demônios como principados e potestades, forças espirituais do mal, etc., e ao diabo como o príncipe deles, dá a idéia que pelos menos estão unidos no propósito de destruir a Igreja.

2. A primeira dificuldade com a passagem que você cita do profeta é que não sabemos realmente se ela se refere à queda de Satanás (Isaías 14 e Ezequiel 28). Supondo que sim, teríamos de admitir que o pecado de Satanás foi realmente querer ser igual a Deus. Não foi assim que ele tentou a mulher, "sereis iguais a Deus"?

3. Eu quis me referir ao fato que Satanás, durante o período da encarnação do Senhor, ora queria afastá-lo da cruz, ora queria levá-lo à cruz. Meio indeciso. Mas depois que viu a bobagem que fez, focou em destruir seus discípulos, como corretamente você cita em Apocalipse.

A sua última pergunta é a mais difícil, se Satanás ainda acha que pode ganhar o jogo. A rigor, não teríamos como responder, pois nada na Escritura nos dá uma pista neste sentido, e sem a Escritura, onde vamos saber estas coisas? Pode ser que você tenha razão e que o diabo ainda ache que possa virar o jogo. MAs em Apocalipse está escrito que ele "sabe que tem pouco tempo". E os demônios imploraram a Jesus para não serem mandados para o abismo -- o que sugere que eles têm conhecimento do futuro inexorável que os aguarda.

Grande abraço!

Responder
avatar
22/6/09 23:10 delete

Doni,

Pode perguntar, claro!

Se você ler direitinho o trecho de Judas verá que o arcanjo Miguel contendeu, sim, com Satanás, e pelo jeito, ganhou, pois o maligno não levou o corpo de Moisés. O que Miguel não ousou fazer foi proferir juízo condenatório contra Satanás, algo que compete somente a Deus.

Abs.

Responder
avatar
João Coelho
AUTOR
23/6/09 02:09 delete

Reverendo Augustus,
Parabéns pelo meio milhão de acessos do blog.
Sei que o senhor é um homem extremamente ocupado e que ainda assim encontra tempo para labutar na internet contra o diabo. Precisamos estar atentos as artimanhas que o “tinhoso” arruma para nos destruir. Excelente observação.
É isso aí, pau na moleira do diabo!!
Deus te abençoe e proteja.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
23/6/09 09:38 delete

Caro Rev. Augustus,

Tudo bem contigo?
Tenho acompanhado os seus últimos textos no blog e apreciei muito sua última postagem, especialmente por fazer uma "nova pintura" da imagem de Satanás, certamente mais próxima do que a própria Bíblia nos revela. Parabéns!
Só a título de esclarecimento pessoal, queria pedir uma ajuda para entender duas palavras que aparecem no texto grego, no capítulo 6 (versos 11 e 12) de Efésios. Onde numa referência ao Tinhoso Paulo usa o termo methodeías e kosmokrátoras, respectivamente. Pois as duas me fazem pensar que o Sapricó tem uma postura intencional, meticulosa, organizada e estratégica contra os crentes - contra o Reino da Luz. Ele e os demônios não estão voando para lá e para cá, atordidos. É isso mesmo?
Desde já agradeço sua ajuda.
Grande abraço, meu e da Claudinha, e lembranças a Minka e filhos.

Marcelo Carvalho

Responder
avatar
23/6/09 15:52 delete

Amigos,

Vários comentários foram rejeitados. As causas principais são: 1) Eles simplesmente viraram bate-boca; 2) A linguagem é insultuosa e perjorativa; 3) Eles expressam simplesmente tréplica de quem já teve oportunidade de dar sua opinião aqui.

Já sugeri em outros posts que aqueles que discordam veementemente e têm suas próprias idéias que abram seus próprios blogs e exponham estas idéias.

Abs.
Não tenho problemas em publicar opiniões contrárias, desde que respeitosas, sinceras. Minhas postagens não agridem ninguém e nao têm conotação pessoal. Quando

Responder
avatar
23/6/09 22:30 delete

Pr. Nicodemus,

Paz.

Não necessita publicar este comentário. Estou enviando pois o ultimo comentário do senhor me parece que ficou incompleto, terminando em "Quando".
Sou visitante assíduo do blog e fico muito feliz por ler posições bíblicas num mundo tão confuso, inclusive no contexto da igreja. Também tenho um blog que resolvi fazer para publicar algumas das verdades que o Senhor tem me feito ver. Como sou relativamente novo na compreensão de algumas verdades, eventualmente podem surgir incorreções onde me sujeito à correção bíblica.
Que Deus o abençoe.


--
Luiz Fernando Carvalho
http://veredasdireitas.blogspot.com/
User Linux #475452

Responder
avatar
24/6/09 10:59 delete

Luiz,

Obrigado por suas palavras. De fato, meu comentário saiu truncado, mas nada importante se perdeu. Deus o abençoe e use no seu blog.

Abs.

Responder
avatar
24/6/09 12:11 delete

Marcelo,

Que alegria ter seu comentário aqui!

Sobre os termos que você menciona:

1) Methodeias -- aparece 2 x no NT, ambas em efésios (4.14; 6.11). Literalmente, método, procedimento, mas sempre usado no sentido pejorativo de procedimento ou método escuso, daí a tradução estratagema, truques, etc. Indica, a meu ver, a maneira habitual de Satanás agir, como uma raposa velha. Indica uma inteligência, sem dúvida, mas desprovida daquele princípio do temor a Deus, que é a base da sabedoria.

2) Kosmokrator -- só ocorre em Efésios e em relação com os demônios, "dominadores do mundo". Segue a linha do que Jesus disse, que Satanás é o príncipe deste mundo. Note que no contexto, eles são dominadores somente deste mundo tenebroso e não do mundo inteiro.

Abraços!

Responder
avatar
24/6/09 23:55 delete

Ola Augustus!


Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo

http://genizah-virtual.blogspot.com/

Responder
avatar
Danilo Neves
AUTOR
25/6/09 07:48 delete

Irmãos, não sei se o que vou pedir será possível, mas acredito que por aqui há uma chance.

Alguém tem o sermão que John Wesley pregou no funeral de George Whitefiel?? Antes disso, esse sermão foi reproduzido?

Gostaria e muito de ler esse sermão! Se alguém tiver, por favor, me envie.

Abraço a todos.

dnaea@ymail.com

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
25/6/09 12:11 delete

A Paz de Cristo, Dr. Augustus!

Se possível pediria que o sr. sanasse uma dúvida que tenho em relação ao termo TEONTOLOGIA. Esse termo é o mesmo que Teologia ou tem alguma diferença?

Desde já agradeço ao amado irmão!

Em Cristo,
Cleiton tenório

Responder
avatar
25/6/09 18:13 delete

Nobre Rev. Solano, houve algum problema com a possibilidade da troca de links?

No aguardo,

altair.germano@gmail.com

Responder
avatar
26/6/09 10:52 delete

Sobre Danilo Fernandes, http://genizah-virtual.blogspot.com/ conheci esse blog um dia desses e é muito bom, já é o segundo melhor da blogosfera, ficando atrás somente deste que você está visitando agora. Abraço Pr Augustus.

Responder
avatar
26/6/09 10:59 delete

Rev. Augustus,

o dito sobre o caráter simiesco do diabo é atribuído também a Tertuliano e Agostinho (segundo parágrafo). Além disso, alguns bestiários comentam esse paralelo, e o Physiologus também fala que o diabo é simia Dei.

Ainda, na obra de Calvino, encontrei algo que pode ter relação. O 82º sermão no primeiro livro de Samuel (último parágrafo), depois de falar que Satã ilude e fascina, diz: ut solet diabolus tanquam simia Dei opera imitari, ad miseris hominibus imponendum, qui et ispsi et illusionibus ipsius adhaerent.

Declino da tradução e a deixo para quem conhece latim, mas, se o trecho não fala que o diabo é o macaco de Deus, pelo menos diz que o macaqueia. E que muitos acreditam na atuação!

É um ponto de partida para quem quer uma referência para o dito.

Responder
avatar
26/6/09 11:56 delete

Parabenizo-o por esse post. Na minha opinião, foi o texto mais bíblico e mais realista que já li sobre batalha espiritual.

Quanto ao Satã, quero olhar pelo lado pessoal de quem fez o comentário. Na minha opinião, foi o comentário mais sincero que alguém mandou ao Sr. Isso se deve ao fato que essa pessoa pensa exatamente como Satã tendo uma forte discrepância e dúvida teológica sobre a natureza de Deus. Ainda pesa sobre isso a soberba e a mágoa (?) como foi escrito (pelo menos pareceu). Coisa que o Satã tem de sobre!

Apenas discordo de um ponto (para não deixá-lo com bola cheia, como realmente o Sr. é digno por sua sabedoria):

Satanás é visto nas Escrituras como superior aos demais anjos: O contexto de Judas é de blasfêmia das autoridades pelos falsos líderes. Depois, ele é chamado de O príncipe deste mundo(ho tou kosmou archon) (Jo 14.30). Apocalipse também demonstra seu domínio sobre os seus anjos (Ap 12.9).

Portanto, fica minha admiração e minhas orações.

Responder
avatar
26/6/09 12:26 delete

Caro Pastor Altair:
Estou em viagem ao exterior, mas, mesmo com o limitado acesso à Internet já coloquei o LINK. Augustus - essa conversa não tem nada a ver com o tinhoso do post...
Solano

Responder
avatar
Ailsom
AUTOR
26/6/09 17:46 delete

Ao ler este post, lembrei de outro texto dos primórdios dos presbiterianos na Internet, por volta de 1996, de autoria do Rev. Wilson Azevedo, antigo webmaster da IPB :

"(...) A "Guerra" representa uma agudização do conflito entre Deus e o Diabo. Como parte de uma escatologia igualmente aceita por protestantes históricos e pentecostais tradicionais, ela se liga à idéia de que vivemos os "últimos dias" da História. A cada dia se aproxima a Batalha Final em que o Diabo será definitivamente vencido. Sentindo a iminência da derrota, Satanás tenta, de todas as maneiras, reverter a situação. Sua ação é desesperada e, por isto mesmo, incessante, intensa, audaciosa. O Diabo não está apenas solto; ele está fazendo um derradeiro "esforço concentrado". E isto exige da parte do ser humano vigilância redobrada. Observe-se que a idéia mesma de "guerra espiritual contra o diabo" não está ausente do repertório protestante ou pentecostal tradicional, nem mesmo do cristão em geral. Há referências a ela, já no Novo Testamento, e as Cruzadas se nutriram desta inspiração. Em "Castelo Forte" , hino composto no contexto das disputas religiosas do início da Reforma, Lutero chama a atenção para ela e o mesmo clima belicoso é sentido em muitos dos hinos cantados pelos primeiros protestantes no Brasil. (...)"

Achei o texto completo em:
http://presbiterianoscalvinistas.blogspot.com/2008/05/guerreiros-do-senhor.html

Responder
avatar
26/6/09 18:36 delete

Danilo Fernandes,

Parabéns pelo blog. Morri de rir com a Pizzaria Gospel...

Danielo Neves,

LAmento, não tenho este sermão do Whitefield


Cleiton,

TEOLOGIA (theos + logia) é o estudo de Deus. TEONTOLOGIA (theos + ontos+ logia) é o estudo do ser de Deus

Abraços

Responder
avatar
26/6/09 18:37 delete

Sávio,

Muuuuito boa sua pesquisa, obrigado, este tipo de comentário enriquece e abençoa não somente os leitores como tb os autores do blog.

Abs.

Responder
avatar
26/6/09 18:40 delete

Grande Chico Mário!

Pois é, aquele texto de Judas de fato dá essa impressão. Minha dificuldade com esta interpretação é minha concepção acerca da origem de Satanás. Sou da escola que entende que ele era um anjo, talvez um querubim. Como tal, ele era mais poderoso e tinha mais autoridade que os anjos comuns, mas havia outros querubins e/ou arcanjos, os quais ficaram fiéis a Deus, e comparáveis a Lúcifer em poder.

De qualquer forma, devemos estar alertas contra este ser perverso e poderoso, confiando no Senhor e no ministério dos demais anjos em favor dos crentes (Hebreus 1).

Abs.

Responder
avatar
27/6/09 16:30 delete

Caro Dr.Nicodemus

Talves já esteja um pouco cansado de tantos comentários, mas um debate como esse, que agrega conhecimento bíblico verdadeiro, é precioso para nós que desejamos com sinceriddade conhecer mais de Deus e das questões espirituais.
Então se me permite, lá vai uma questão dentro do contexto:
Encontramos alguns textos de estudo, onde seus autores defendem existir uma diferença bíblica entre demônios e anjos caídos, gostaria de ouvir sua opinião a respeito.
E parabéns, de verdade, pelo marca alcançada pelo seu blog.
Paulo Cesar.

Responder
avatar
o pregador
AUTOR
27/6/09 23:30 delete

Rev.
Graça e paz!
Esses dias esse tinhoso se apresentou na nossa Igreja se opondo ao ensino da Palavra.
Estou espondo, com limitações, mas com humildade a epístala de pPaulo aos Corintios a 1ª, e a pessoa que estava com sua mente torpedeada se revoltou de forma infernal.

Lhe digo com muita franqueza que esse ato de tasca Bíblia nele funciona! Sobre o poder da Palavra até satã se manifestam.

Est5es dias estava assistindo pel net uma Mensagen do Rev. Antonio Carlos Costa e ele citou a passagem de Jesus expondo a palvra e um demonio se manifestando.

Resumindo que Deus te abençoe!
Se ele se Revelou é por que o Espírito esta conduzindo seu minsterio. Deus te Abençoe!!!

Responder
avatar
Luciane
AUTOR
28/6/09 19:44 delete

Rev Augustus,

Parabéns pela marca alcançada pelo blog.
Não faz muito tempo que eu descobri este blog, mas tem enriquecido minha vida trazendo argumentos à minha fé.

Que Deus continue sustentando a vida do pastor!

Responder
avatar
josi
AUTOR
28/6/09 23:01 delete Este comentário foi removido por um administrador do blog.
avatar
Guiles
AUTOR
29/6/09 22:12 delete

Caro pr. Augustos

Muito bom ler seus posts - bem como os do pr. Mauro Meister e do pb. Solano.

Gostaria de saber se algum de vcs pretende publicar alguma resenha sobre o livro 'A Cabana', que tem repercutido com muita aceitação no meio evangélico e secular.

Pergunto isso porque fiquei um tanto incomodado com o lado 'relacional' e, pq não dizer, liberal do livro.

Não precisa publicar meu comentário, se não quiser, já que não tem a ver com o post.

Grande abraço, paz,
Guilherme

Responder
avatar
Daniel M.S.
AUTOR
30/6/09 11:40 delete

Há uma pergunta que sempre me inquietou: Quando é que Satanás se transforma em anjo de luz? Isto é, eu sei que ele usa diversas formas de enganar se possível até os eleitos,mas essa "transformação", sutil, astuciosa, matreira e bela -como podemos discerni-la em nossos dias no meio de nós? Confesso que ás vezes posso me enganar nisso. O que é que você acha mestre Augustus?

Responder
avatar
2/7/09 10:48 delete

Prezados Reverendos,

Parabéns pelo meio milhão de acessos. A propósito será um prazer poder conhecer o Pr. Mauro pessoalmente, pois estamos aguardando-o no Simpósio de Teologia em Uberlândia no mês de Outubro/2009.

Um abraço.

Responder
avatar
dione
AUTOR
2/7/09 13:57 delete

Caríssimo Rev. AUGUSTUS, a Paz do Senhor!
Boa, muito boa essa!
Quem diria, hein?! Satã aparecer no seu Blog mas, pensando bem, já que ele está sendo tão festejado, invocado, incensado, até entrevistado em certas igrejas neopentecostais, é claro que ele tentaria entrar em arraiais onde não é bem vindo; e não deu outra: foi magistralmente rechaçado com um sonoro Xô!!!!!
Muito boa essa e que Deus continue lhe iluminando para que continuemos a ser brindados com essas pérolas bíblicas da sua lavra!
E que Deus lhe abençoe, Amado em Jesus Cristo.
Dione.

Responder
avatar
4/7/09 13:47 delete

"Nossa programação",

Já ouvi esta idéia antes, não me recordo qual o argumento usado pelos defensores. Assim a primeira vista, não me parece defensável.

Os anjos caídos aparecem associados a Satanás, que é o líder deles (Ap 12.9; Mt 25.41). Satanás é chamado de "o maioral dos demônios" (Mc 3.22). Acho que isto indica que os anjos caídos e os demônios são as mesmas entidades.

Mas temos que reconhecer que as informações bíblicas não são detalhadas sobre o assunto.

Abraços.

Responder
avatar
4/7/09 13:49 delete

Guiles,

Pois é, só se Solano quiser fazer. Ele é quem mais gosta deste tipo de postagem...

No momento, estamos os três de férias, quem sabe em agosto poderemos pensar no assunto.

abs.

Responder
avatar
4/7/09 13:56 delete

Daniel,

Não sei lhe dar uma resposta. Entendo perfeitamente sua pergunta, muito válida. Assim de bate pronto, respondo com o contexto em que a passagem aparece.

Paulo faz esta afirmação em 2Cor 11:14 num contexto em que ele está combatendo falsos apóstolos, os quais se apresentavam nas igrejas de Corinto como apóstolos de Cristo (11:15). A imitação era perfeita: faziam sinais, eram judeus, usavam linguagem cristã, mas ao final a doutrina deles era o legalismo judaico, outro evangelho.

É assim que Satanás age, fazendo-se passar como anjo de Deus, para enganar os incautos. Ele faz isto através de seus ministros.

abs.

Responder
avatar
5/7/09 13:51 delete

Extraordinário Rev. Augustus!!! PARABÉNS!!!!! É maravilhoso ver homens de Deus como o sr. usando a internet em prol da Obra do Senhor.
Quero lhe pedir permissão para publicar alguns artigos de seu blog, no meu, ecos-da-reforma.blogspot.com
Agurado autorização.

Nos laços da cruz,

Arthur Corrêa

Responder
avatar
6/7/09 14:26 delete

Contemplo a intenção em classificar os opositores do pensamento particular de emissários ou comissãrios do diabo, a iludir e trapacear. Coisa séria! Fico estatelado com tamanha "coragem", tamanho fundamentalismo. E o pior que se diz depois que os fundamentalistas somos nós! Se é que se atribuem a puritano e fundamentalista alguma similitude no pensamento desses incomodados de plantão.

Então é isso? Com o diabo, mesmo quieto no seu canto, no seu blog, não podemos alisar, aliviá-lo mesmo! Nâo basta se defender do capeta: Temos que ser o diabo do diabo! O diabo não pode nem reclamar mais: "perai, moço, nem tudo 'é eu', uai, nesse mundo, e a carne e o mundo? Agora é só eu? Tudo eeeeu?" E para quem acha que nós somos do diabo, o que a gente reclama vira "manha do diabo, tá vendo?".

Acabou. Deixou de ser humano no momento que se alinha a uma teologia ou a um movimento histórico. Terrivel isso!

Disse que o sucesso incomoda. É verdade, mas também para muitos, sucesso dos 'outros', dessa "máfia", dessa "súcia", dessa "mundiça", faz com que os que detém sucesso se pareçam mais entes despersonalizados, pessoas juridicas, uma firma, algo como Nicodemuos, Mauro, Solano e Cia Ltda. Parece mais o pessoal do Conselheiro combatendo, não mais gente como a gente, mas a República (seja o que for que isso significa), a Maçonaria, o Protestantismo - o "fudamentalismo puritánico"... Junto com o Conselheiro deixam-se de ser os esfomeados das caatingas. Agora são os "cavalheiros imortais redivivos do El Rei Dom São Sebastião..."

Nâo é verdade, cada um de vocês, de nós, ao que me consta, e no que me diz respeito, em particular, somos pessoas fisicas e não por defenderem causas muito maiores do que nós, deixamos de ser pessoas.

Eu li Paul Tillich e depois de umas tantas horas de ocupação nesse mister me deu foi muito tédio as colocações amargas desrespeitosas, desagregadoras, e condenatórias do autor, aos que ele classificava como tradicionais ou ortodoxos, taxando-os de hipócritas, falsos moralistas e outras cositas más. Foi inevitável que ao lembrar da qualificação dada por Carl F. H. Henry ao fundamentalismo como uma questão de atitude de beligerância com alto grau de virulência e maldade no enfrentamento dos oponentes, eu pensasse: será que alguém conseguiria ser mais fundamentalista do que o liberal Paul Tilich em seu linguajar? Bem só se os tratassem como verdadeiros diabos. Bem, e foi só eu pensar nisso...

Menos mal para quem não acredita no ser diabo. Certo "protestante" da Alsácia, a quem um site de um pessoal da ERF - Igreja Reformada do França lista como um dos protestantes "VIP" da França, Jean Paul Sartre, via nessa atitude uma tentativa de libertação de nossos esquemas mentais que nos prendem a uma dependência das opiniões de terceiros a nosso respeito, e por isso adverte a suplantar essa atitude lembrando que "o inferno são sempre os outros". Essa atitude nos liberta do inferno maior que somos nós próprios em nossa falta de "autencidade existencial" ou em nosso "ser" essencial. Dizer que o outro é a sede do capiroto disfarça o fato de que ele é de fato o inferno quando despersonalizado, segundo o "irmão" Sartre!

Eu acho então que o elemento que fez isso aqui no seu blog deu a maior bandeira com essa atitude acima de tudo má, nociva, descaridosa, nada edificante, e fez com que você descarregasse no sentido contrário toda essa catarse em relação ao inimigo comum, e que começasse a dar cartaz e ibope a um que vinha por aqui meio esquecido. Continuo achando que estava certo, não merecia nem esse "xô..."

Puxa vida, será que foi essa a intenção do ilustre transeunte, e me refiro à pessoa humana que cometeu essa bobagem. Será que essa pessoa ainda pensaria "que genial que fui", quanta a "criatividade minha"?

Essa estória toda me leva a pensar duas vezes antes de enquandrar alguém como instrumento do diabo! Será que não seria tentar dar vida a quem é "doador" da morte?

Responder
avatar
7/7/09 11:52 delete

Augustus;

Sempre "visito" com grande prazer o Tempora.

Minha afirmação sobre o comando desorganizado do Coisa Ruim, se deve ao fato de que teu post faz um contraste enorme com a introdução que o C. S. Lewis escreveu em "Cartas do Inferno". Lá, ele declara se inspirar em um birô militar de comando direto. Porém, eu me vejo obrigado a concordar contigo sobre algumas ações fúteis dele (quem sabe resultado do tormento que sofre).

Porém não vou especular mais sobre ele pois o tempo há que ser remido e muitas coisas mais importantes demandam atenção.

Só isso.

Deus continue te dando o discernimento que te é característico.

ab
Fôlton

Responder
avatar
7/7/09 16:12 delete

Caro Folton,

Entendido. Obrigado pelas explicações. É sempre bom ter suas visitas.

Abs.

Responder
avatar
7/7/09 18:47 delete

Prezado Rev Augustus,

É importante para mim o seu comentário acerca do que está por trás da atitude humana desrespeitosa, acima de tudo, à sua pessoa e à uma corrente teológica, de pensamento, que você representa. Perdoe-me mas não aprecio muito o senhor restringir ao aspecto de mera instrumentalização do diabo. Não concordo em se tangenciar para essa "espiritualização" de ato que denota simplesmente mau-caratismo.

Essas atitudes beligerantes desses caçadores de fundamentalistas me deixam com muita repulsa. E parece que estou desperdiçando solidariedade com quem talvez tenha ficado chocado, mas, com muito louvor de minha parte, tenha sublimado. Sim, porque eu ainda não consigo fazer isso. O que se passou foi chocante. Foi atrevimento. Solércia. Típica de pessoa desprovida bons carácteres, de uma proverbial falta de diplomacia, associada a um debilóidismo de cultura pasteurizada e niilista, diabruras á parte...

Mas é crucial para mim. Com serenidade, pois. Veja que tenho experimentado reações típicas de quem já não me consideram mais uma pessoa, um pai de família, um lider de igreja, reconhecido pela comunidade da graça, muito menos, mas um que se transforma numa entidade presumivelmente pairando acima do bem e do mal. Eu não sou nada disso.

Quando reajo a essas reações tentando ver se a minima justiça seja aplicada ou reconhecida segundo o meu ponto de vista, em contemplação a casos concretos, não pretendendo nunca fazer qualquer tipo de expurgo, o meu simples protesto, o dizer que no papel que a mim me cabe manterei determinada posição, sou enquadrado como "perseguidor" e não por poucas vezes sou tido como quem está a serviço das forças do inferno. Só porque ao invés, ou melhor, além, de espitualizar, eu denuncio o que é, pelo que é: mau caratismo?

Como bem lembrou o Solano noutro post se nem Arminio endiabrava Calvino, nem Wesley a Whitefield, por que isso aconteceu por aqui? - Por divergência teólogica? Não. - Por diferença de alinhamento espiritual? Menos isso. Aliás, quem em sã consciência pode admitir estar na igreja a serviço do inimigo? Mau caratismo? Sim, mais isso... Talvez: não só isso. Mas quem sabe não somente isso?

Responder
avatar
12/7/09 11:50 delete

A paz do Senhor,irmão Augustus Nicodemos.

Me chamo Leonardo Araújo,tenho 23 anos,moro em Naal-Rn e sou obreiro das Assembleias de Deus no Brasil.

Estava navegando na grande rede e achei um artigo denominado:"Neopentecostalismo: Entrevista com Augustus Nicodemus",o qual achei bem interessante a sua visão acerca do cenário da igreja brasileira e a sua pespectiva dos seus rumos no futuro.

Embora não tenha nenhuma bagagem teológica,como os editores deste blog,tenho me perguntado o que poderiamos fazer para mudar essa situação?!Creio que o povo de Deus perece por falta de conhecimento!

Mas algo que achei interessante(triste,mais interessante)foi que hj entrei na net para procurar algum curso de teologia e achei pelo menos uns 8 sites "maravilhos",que dava tudo,livros,revistas,dvds,cds,estudos bíblicos e até ministravam cursos a distância!!!Mas para minha surpresa todos eram ou de seitas(como Adventistas,mórmos,testemunhas de jeová)ou de neo-pentecostais,g-12,movimento da fé,rhemma e etc.Outra coisa interessante é que 90% desse teologos da prosperidade estudaram no Oral Roberts University.O que me levou a deduzir que faculdades teológicas e institutos bíblicos tiveram grande influencia na formação deles.
Minha pergunta é...Não seria a formação de cursos de teologia de livre acesso ao povo(e não a um grupo de chamados ao ministerio)uma das formas de mudar esse quadro?
Porque as seitas investem tanto no ensino e treinamento de seus "enviados" e nós tão pouco aos cristãos?"os filhos das trevas são mas prudentes do que os da luz" foi dito como forma de nos justificar,diante da nossa negligência?

Creio que se as seitas conseguem intruir seus "discipulos" e os adptos de uma teologia da prosperidade conseguem seu espaço,muito mais nós que temos o Senhor ao nosso lado.

Desculpa o texto meio sem nexo,não consigo acompanhar meu raciocinio,ore para que o senhor me capacite,pois quero ser uma benção para igreja no brasil,um calvino,lutero,wesley,edwards,só não sei como.
Ps.:Se possivel responda este depoimento e envie uma copia ao meu blog.
htpp://www.livesincristministries.blogspot.com
paz!

Responder
avatar
14/7/09 00:03 delete

Prezados:

Sobre as diversas solicitações para uma resenha do livro “A Cabana”, já nos posicionamos, no Blog (debaixo do post “Um cachorro atrapalhado... – Marley e EU”, indicando que nenhum dos três iria revisar o livro.

No entanto, no mesmo local, indicamos uam resenha em http://mastigue.com/2008/11/17/na-mesa-a-cabana/ não significando que concordemos integralmente com tudo que outros escrevem (e nem entre nós, às vezes).

Aponto, também outra resenha desse livro que nos foi referida em: http://opticareformata.blogspot.com por Leonardo Bruno Galdino.

Boa leitura e umabraço a todos!

Solano

Responder
avatar