quarta-feira, setembro 12, 2007

Augustus Nicodemus Lopes

Diversidade num Mundo Globalizado: Guinness fala sobre temas atuais


Teve início nessa segunda-feira (12/09/2007) a série de palestras do Dr. Os Guinness no Mackenzie. É a primeira vez que o crítico social, doutorado por Oxford, vem ao Brasil. Nascido na China de missionários ingleses, criado na Europa e atualmente residindo em Washington, Guinness é considerado um dos maiores apologetas cristãos hoje, sucessor do legado de Francis Schaeffer.

Dr. Guinness falou na segunda-feira no Mackenzie-Brasília para cerca de 350 pessoas sobre "Um Mundo Seguro onde a Diversidade pode Existir". Após analisar diversos modelos históricos de países que tentaram relacionar religião e vida pública, optou pelo modelo que foi usado pelos fundadores dos Estados Unidos, de plena liberdade de consciência e de expressão religiosa num Estado guiado por princípios cristãos. Usou a figura da praça pública cívica, instituição usada pelos gregos e romanos, onde as pessoas poderiam ir e debater suas idéias livremente. Afirmou que o Cristianismo tem uma visão de mundo que oferece soluções para o mundo caótico de hoje e que os cristãos não deveriam recear engajar-se no debate dos problemas mundiais que nos afligem. No auditório, havia embaixadores, juízes, advogados, pastores, professores, estudantes, que participaram ativamente na sessão de perguntas e respostas que se seguiu.

Na terça-feira Dr. Guinness falou no Mackenzie-São Paulo para mais de 800 pessoas, com transmissão ao vivo via satélite para o Mackenzie-Rio. Seu tema foi "Os Desafios da Globalização para a Humanidade". Após definir os efeitos da globalização na cultura ocidental moderna, Dr. Guinness apresentou os perigos inerentes ao moderno sistema de comunicação, que é rápido, onipresente e em larga escala. Falou dos perigos que as elites correm de se isolar cada vez mais da população pobre e carente, perdendo a responsabilidade para com os excluídos. Mencionou três "pontos cegos" da visão otimista de mundo defendida pelos ateus e secularistas, e que formam, na opinião deles, os componentes de uma tempestade perfeita do mal: o avanço tecnológico, o ganho financeiros cada vez maior e os graves problemas sociais. Todas essas coisas são potencializadas e pioradas pela globalização. Somos a geração que mais tem produzido refugo humano na história, milhões e milhões de pessoas que ninguém deseja, como os 25 milhões que hoje habitam em campos de refugiados. Por fim, Dr. Guinness desafiou os estudantes a refletir sobre a seguinte questão: "em quem você confia para enfrentar um mundo gigantesco e globalizado?" e conclamou todos a colocar a confiança no Deus da Bíblia.

Hoje a noite, Dr. Guiness falará sobre a violência indizível que marca nossa geração, focando especialmente nos genocídios e crimes em massa.

Durante a semana muitos palestrantes nacionais estarão fazendo conferências no Mackenzie São Paulo, sobre temas relacionados com religião e cultura, que é o tema desse III Congresso Internacional de Ética e Cidadania. Entre eles destacamos hoje a palestra da Norma Braga sobre "Modernidade, literatura e transcendência: uma abordagem schaefferiana," do Dr. Davi Gomes sobre "Sexualidade Integral" e a intrigante palestra do nosso Dr. Hermisten sobre “Façamos os deuses à nossa imagem”. Há mais de 1.200 pessoas inscritas para participar dessas palestras e outras que ocorrerão até sexta-feira.

A realização desse evento faz parte da visão da Igreja Presbiteriana do Brasil de difundir a visão reformada de mundo e a ética cristã reformada na sua Universidade e através dela ao público em geral.

Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

10 comentários

comentários
12/9/07 13:47 delete

Extremamente louvavel e mais do que oportuna a iniciativa de trazer Dr. Guinness para o Brasil.

Apesar de ansear por isso há muito tempo, reconheço que o tempo é dEle e não nosso. Conheci o cara alguns 'aninhos' atrás e postei meu testemunho dessa grata experiência: http://volneyf.blogspot.com/search?q=%22Os+guinness%22

Parabéns pela iniciativa e please disponibilizem as integras para multiplicarmos essa iniciativa!!

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
12/9/07 15:11 delete

Gostaria de saber se é possível adquirir os videos dessas conferências que estão acontecendo na mackenzie?

Sergio Nibon
snibon@yahoo.com.br

Responder
avatar
Cristiano
AUTOR
13/9/07 09:22 delete

Muito boas estas palestras. Fiquei especialmente interessado pela primeira.

O que não é bom é um Blog com fundo preto. Depois de ler atentamente o quê estava escrito, ficou o espectro piscando no meu olho, incomodando a vista.

Peço de novo, por favor, façam outro esquema de cores... como o Blog da Norma Braga, por exemplo.

Abraços.

Responder
avatar
Cristiano
AUTOR
13/9/07 09:26 delete

Nem precisa publicar meu comentário anterior... era só uma sugestão amigável mesmo. Abraços.

Responder
avatar
13/9/07 10:49 delete

Amigos,

Obrigado por todas as sugestões. As palestras estão sendo gravadas e em breve darei informações sobre a possibilidade de serem adquiridas.

Um abraço.

Responder
avatar
Tio
AUTOR
13/9/07 17:10 delete

Prof. Augustus Nicodemus,

Apesar do cheiro de Apocalipse, cada vez mais presente no ar, em nossos dias, não consigo desistir: ainda acredito que podemos melhorar o mundo ao nosso redor e palavras boas como as do Dr. Guiness são proféticas e inspirativas... Não podem ser negligenciadas...
Que inveja de não poder estar lá a ouvir o homem de Deus.

Marcelo Hagah
João Pessoa-PB

Responder
avatar
Roger
AUTOR
14/9/07 18:29 delete

Caro Augustus,

também invejo as pessoas que puderam se aprofundar nesse tema globalização sob a ótica cristã.
Fiquei particularmente sensibilizado em ler sob os excluídos. Essas são coisas que nós elite precisamos encarar olho a olho.
Estas são palavras chaves sob quais construi toda minha tese de mestrado em agribusiness, que defendi aqui na Alemanha.

(Outro assunto:
http://www.ultimato.com.br/?pg=mural&local=mural_show&util=1®istro=473
Pensei voce gostará de ler)
Fraternalmente,
Rogério

Responder
avatar
15/9/07 03:27 delete

Foi realmente muito bom poder estar lá e aprender um pouquinho de ética, espiritualidade, enfim.

Pena que ñ pude ir todos os dias lá por ter sido no horário do meu curso. Mas me programarei ano que vem para poder ir mais vezes, se Deus quiser.

É maravilhosa a iniciativa que vcs tiveram (falo vcs, pois sei q tanto vc -Rev. Augustus- como os dois - Rev. Mauro e Pb Solano- são do Mack) de trazer o Dr Os Guiness e de patrocinar pela 3ª vez essa conferência de ética. Que como vc falou hj, que ela fique uma marca do Mack, que todos saibam que ela é algo regular e constante, parte da identidade dessa universidade.

Não parem não. Não desanimem. Sei, que como disse anteontem a mim no campus, isso é uma gota no oceano, mas vá avante pastor, Deus os tem usado demais.

Em Cristo,


Juliana

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
16/9/07 18:04 delete

Caro Augustus e Solano. Deu para perceber que as palatras foram ótimas. senti de não poder estar em São Paulo para ouvi-las. gostaria também de ser informado sobre os vídeos que estão sendo produzidos. Um grande abraço para vocês. Valdemar (Juiz de Fora)
revvalrosa@terra.com.br

Responder
avatar
luiz antonio
AUTOR
17/9/07 22:39 delete

Aprecio muito os artigos de seu blog.Identifico-me com tudo que é postado,pois tenho comigo que a visão reformada da igreja é a única compatível com a Palavra de Deus.Fico triste por saber que não é a visão de todas as igrejas locais,infelizmente a minha.Um abraço.

Responder
avatar