sábado, outubro 13, 2007

Solano Portela

Edir Macêdo: aborto, homossexualismo e a cosmovisão da IURD

Agora está claro! Aquilo que era apenas uma inferência e suspeita ficou confirmado com o lançamento da biografia do Edir Macedo (um recorde no mercado editorial brasileiro: 700 mil cópias, na primeira edição) e com a entrevista que ele deu à Folha de São Paulo, em 13 de outubro de 2007. Na entrevista Macedo confirma sua defesa do aborto e apresenta sua visão sobre a questão da homossexualidade. Este exemplar da Folha dedica três páginas do primeiro caderno (A11 a A13) às notícias sobre a igreja de Edir Macedo, e de como ela está envolvida em uma campanha para mudar a sua imagem. Podemos deduzir, também pela entrevista, alguns pontos chaves que compõem a cosmovisão e teologia da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), contidas nessas palavras de seu pontífice máximo.

Cito três perguntas e respostas extraídas da entrevista:



FOLHA: Em sua biografia, o Sr. defende o aborto. Atualmente, a Record e a Record News exibem campanha pelo aborto, por que?
Macedo: Sou favorável à descriminalização do aborto por muitas razões. Porém aí vão algumas das mais importantes:
1. Muitas mulheres têm perdido a vida em fundo de quintal. Se o aborto fosse legalizado, elas não correriam risco de morte.
2. O que é menos doloroso? Aborto ou ter crianças vivendo como camundongos nos lixões de nossas cidades, sem infância, sem saúde, sem escola, sem alimentação e sem qualquer perspectiva de um futuro melhor? E o que dizer das comissionadas pelos traficantes de drogas?
3. A quem interessa uma multidão de crianças sem pais, sem amor e sem ninguém?
4. O que, os que são contra o aborto, têm feito pelas crianças abandonadas?
5. Por que a resistência ao planejamento familiar?
Acredito, sim, que o aborto diminuiria em muito a violência no Brasil, haja vista não haver uma política séria voltada para a criançada.




FOLHA: “Deus deu a vida e só Ele pode tirá-la”, segundo a Bíblia (sic). Não é contraditório um líder cristão defender o aborto?
Macedo: A criança não vem pela vontade de Deus. A criança gerada de um estupro seria de Deus? Não do meu Deus! Ela simplesmente é gerada pela relação sexual e nada mais além disso. Deus deu a vida ao primeiro homem e à primeira mulher. Os demais foram gerados por estes. O que a Bíblia ensina é que se alguém gerar cem filhos e viver muitos anos, até avançada idade, e se sua alma não se fartar do bem, e além disso não tiver sepultura, digo que um aborto é mais feliz (Eclesiastes 6.3). Não acredito que algo informe, seja uma vida.



FOLHA: Qual seria sua reação se descobrisse que tem um filho homossexual?
Macedo: Decepcionado. Mas não o rejeitaria de forma alguma. Tentaria ajudá-lo da melhor forma possível. Porque, se Deus respeita a livre opção de vida da criatura humana, por que não o faria eu?



Este post não tem o objetivo de ser uma exposição completa da posição cristã sobre (e contra) o aborto, mas comento, com base nas declarações de Macedo, esses três temas – aborto, homossexualismo e a cosmovisão da IURD:

1. Aborto: Não há base bíblica para as convicções éticas. Elas são formadas a partir de slogans e bandeiras sociológicas do liberalismo. Macedo cita a Bíblia apenas uma vez, fora de contexto, para provar um ponto que o texto não procura substanciar. A lógica de Macedo é falsa e traça conexões e ilações que não se sustentam:
a. Macedo afirma que mulheres morrem ao tentar o aborto (essa premissa, é constantemente repetida, mesmo sem comprovação), portanto é legítimo assassinar crianças com tecnologia (conclusão moralmente errada), para que as mães não morram.

b. Ele apresenta as crianças abandonadas como sendo fruto da ausência de aborto, em vez de uma conseqüência da irresponsabilidade dos pais (a sociedade que quer se preservar agirá nesse último ponto, educando todos os cidadãos a serem bons pais; criando oportunidades de sustento e emprego; etc.).

c. Macedo infere que o repúdio ao abandono das crianças, leva necessariamente à aceitação do aborto (conclusão falsa, de que o aborto é a única opção a este mal social, e de que ele é moralmente neutro, e não condenável).

d. Ele acusa que quem é contra o aborto não faz nada pelas crianças abandonadas (afirmação totalmente falsa: historicamente, os grandes orfanatos; os projetos de adoção; a assistência às mães jovens e solteiras foram implantados por segmentos da sociedade que são contra o aborto e não pelos que são a favor). Para Macedo, eliminar as crianças abandonadas, matando-as antes que nasçam seria a solução. Entretanto, essa é a forma mais cruel e imoral de resolver essa situação de abandono.

e. Macedo diz que aborto é igual a planejamento familiar (essa é uma forma asséptica e indolor, de se referir ao aborto, favorita dos seus proponentes, porque anestesia a consciência e torna a questão acadêmica e palatável, em vez de ética. Os dois termos não são equivalentes).


2. Homossexualismo: Edir Macedo, procurando dar a resposta que agrada à mídia, demonstra, na realidade, a própria rejeição que é enraizada em preconceito, porque não tem nem oferece base metafísica maior (bíblica) para sua posição. Quer ser politicamente correto e diz que aceita o homossexualismo, no entanto, ficaria “decepcionado”, se fosse um filho seu; e procuraria “ajudá-lo” (ajudar em que sentido? A ser aceito pelos demais? A se recuperar? Por que, se ele seria “aceitável”?). O cristão que firma suas convicções a partir das Escrituras, da Palavra de Deus, rejeita a prática porque a identifica como pecado, como disfunção de comportamento – e é claro nisso. Não a chama de “livre opção de vida” aceita por Deus, como faz Macedo; mas reconhece como uma “opção de vida” condenada por Deus – como várias outras o são.


3. Cosmovisão da IURD:
a. Visão deista/semi-intervencionista – Ao dizer que as crianças “não vêm pela vontade de Deus” e que “a criança gerada de um estupro” estaria fora do controle de Deus (“Não do meu Deus”, diz ele); e ao segregar a ação de Deus na doação da vida apenas “ao primeiro homem e à primeira mulher” sendo as demais crianças meramente “geradas por estes”; Macedo está na realidade adotando uma cosmovisão deista, ou seja: Deus iniciou a criação e deixou as situações e fenômenos naturais se desenrolando. Isso coloca Deus distante e não envolvido (supostamente resolvendo o dilema da responsabilidade) com as questões humanas. Mas como explicar a ênfase nos milagres e nas intervenções divinas, da IURD? É que esse “deismo seletivo”, não construído a partir dos dados da Bíblia, é limitado às situações convenientes. Ocasionalmente, Deus intervém, aqui e ali, consertando as coisas que o homem faz de errado, curando, restaurando relacionamentos. Para motivar Deus a fazer isso, é necessário, entretanto, intenso clamor e bastante fé, senão as coisas continuam como estão.

b. Dualismo espiritual: Macedo diz, na mesma entrevista: “não tenho ódio de ninguém, senão do Diabo e de seus espíritos”. Entretanto, o reconhecimento de um Reino das Trevas, pela IURD, não se prende ao que as Escrituras revelam sobre o assunto. Há a absorção da visão popular de duas esferas que se degladiam, uma vez vencendo uma, outra vez a outra. Para se contrapor às hostes do mal, a IURD utiliza-se do procedimento de exorcismo e de outras atividades que emulam as encontradas exatamente pelos que são classificados como dominados pelos demônios.

c. Práticas religiosas místicas: Na IURD, outros meios de conhecimento religioso são tão importantes quanto as Escrituras, daí as práticas estranhas à Palavra de Deus se misturarem com tanta intensidade na forma cúltica dos seus templos (peças de roupa, lugares santos, essencialidade da cura física, prosperidade como sinal inequívoco de aceitação divina, etc.). O resultado não é a religião verdadeira, mas um misticismo pagão com roupagem cristã.

d. Pragmatismo: Como demonstrado nas palavras do Macedo, na entrevista, as convicções éticas, na IURD, são essencialmente pragmáticas. Avança-se aquilo que é considerado a tarefa messiânica do segmento com quaisquer parâmetros, afirmações, conexões ou práticas, desde que funcionem. Princípios não regem a prática, mas os objetivos, sim. Não há âncora metafísica maior (revelação) para estabelecimento da verdade. Daí a conformação com o que é politicamente correto, com o que agrada às massas.


Estamos testemunhando, portanto, não uma convergência da IURD com o evangelicalismo, mas um afastamento gradativo ainda maior, exatamente porque o que está ditando a agenda daquela Igreja, não é o estudo e exposição da Bíblia (que seria o possível ponto de convergência), mas a sede e busca do poder; o envolvimento fisiológico (e não transformador) com a política e políticos; e uma ação de relações públicas, que a leva a abraçar, sem qualquer pejo, posições claramente contraditadas pela Palavra de Deus.

Solano Portela

Postado por Solano Portela.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

50 comentários

comentários
Anônimo
AUTOR
14/10/07 13:20 delete

Ótimo post, Solano!

Esse movimento, o suporte religioso do partido dos petralhas, tem que ser desmascarada como ela é: uma seita sincrética e gnóstica, debaixo da maldição divina - já que perverteu o puro evangelho da justificação pela graça.

Goel.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
14/10/07 15:37 delete

É uma ofensa dizer que esse homem é cristão evangélico, certo seria dizer, Anti-Cristo.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
14/10/07 16:23 delete

Deus só é corretamente servido quando sua lei for obedecida. Não se deixa a cada um a liberdade de codificar um sistema de religião ao sabor de sua própria inclinação, senão que o padrão de piedade deve ser tomado da Palavra de Deus.
(João Calvino, O livro de Salmos, São Paulo, Parakletos, 199, Vol 1, p.53)

Responder
avatar
Ju R. Lima
AUTOR
14/10/07 16:27 delete

Solano,


Vc foi na ferida! Com riqueza de detalhes.

Eles não pregam o Evangelho bíblico, mas isso é, na verdade, um "outro evangelho", o qual, como Paulo falou, é anátema.

Eles crêem em milagres quando interessa e quando fica ruim pra eles, apelam para um "deus" distante, que não tem controle sobre o que seria a sua criação!

Gostaria de colocar esse post no meu blog se vc permitir.

Abraços,


Ju

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
14/10/07 18:35 delete

Excelente post meu caro Solano!

Não vejo diferença nenhuma da IURD e da ICAR quanto a situação de apostasia.

Os concílios precisam acordar quanto a isso e discutir no SC uma posição mais consistente com relação a IURD e outras seitas que surgem e se intitulam do "reino de Deus". De fato, o deus do Edir Macedo, não é YHAWEH, o nosso único e verdadeiro Deus. O cristo do Edir Macedo, não é o nosso Cristo, Senhor e Redentor dos eleitos.

Abs,
Alan Kleber

Responder
avatar
14/10/07 18:42 delete

Solano,

De fato, a IURD e seu lider guru tem cada vez mais mostrado sua cara. Cerca de 10 anos atrás a IPB, através de sua Comissão de Doutrina, escreveu uma pastoral avaliando a IURD. Naquele tempo, com o que se via e o que havia escrito, a conclusão foi que a IURD era "igreja menos pura". Infelizmente os livros daquela pastoral 'desapareceram' e poucos foram distribuidos (alguém ainda vai descobrir o que aconteceu com os mesmos). Creio que hoje, diante do que vemos vindo desta suposta igreja, a conclusão da comissão seria diferente!

Novamente, lembrando o post sobre a vinda de Bento ao Brasil, na área da ética e da moral existem mais pontos de contato com o catolicismo do que com estes movimentos...

Obrigado pela reflexão.

abs

Mauro

Responder
avatar
14/10/07 18:45 delete

PS. Escrevi minha postagem sem ter lido o comentário do Alan Kleber. Serve lembrar que ambas são 'católicas', só que uma preferiu o termo mais 'universal'.

abs
Mauro

Responder
avatar
14/10/07 19:05 delete

Amigos:
Obrigado pelos comentários. Goel: a associação com o "poder" (e a sede do mesmo) está cada vez mais evidente. Já fazem parte oficial do ofício da presidência (ocupando a vice). Mauro: o texto daquela pastoral ainda se encontra em alguns raros sites, na Internet. Ju: Obrigado. Realmente, está cada vez mais um "outro" evangelho. Tem toda permissão de postar e disseminar o texto.
Um abraço,
Solano

Responder
avatar
14/10/07 19:57 delete

Excelente análise das respostas superficiais e vazias de teor bíblico do Macedo. Eu só pergunto se podemos realmente agrupar os crentes da universal com seus líderes corruptos. Posso estar sendo ingênuo, mas quero pensar que o membro comum da IURD é apenas mais um sedento pela graça de Deus que acabou numa igreja errada, e que a Palavra de Deus, mesmo deturpada por um ensinamento paganista como o do Macedo, ainda pode agir em seus corações e traze-los para o Senhor. Posso estar errado, pode ser que as ovelhas estejam tão corruptas quanto seus pastores. Mas não consigo crer que o crente comum da IURD tem as mesmas posições absurdas que o Macedo sobre, por exemplo, o aborto.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
15/10/07 08:51 delete

Mauro e amigos,

Para quem quiser o RELATÓRIO DA COMISSÃO PERMANENTE DE DOUTRINA DA IPB SOBRE A IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS, ver aqui:

http://www.executivaipb.com.br/arquivos/IURD-2007.pdf

Goel

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
15/10/07 09:47 delete

Caro Solano

Quando li a entrevista do Macedo, além de revoltado, imaginei que daria um ótimo post para o Tempora. A cúpula da IURD e, consequetemente, toda a Igreja é muito pragmática, pois avança exatamente naqueles pontos que a ICAR é contráriao, aborto e casamento homossexual por exemplo, muito embora, não seja essa visão tão popular assim, pois a grande maioria da população é contraria a implatação dessas práticas no Brasil. O que se percebe é que querem trabalhar com os fazedores de opinião e com os politicos, porque na realidade o objetivo é o poder.

Cleber

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
15/10/07 10:21 delete

Ah! pastores, estou esgotado, exaurido, cansado. Cansado de ter que conviver com as "supertições" evangélicas, do tipo: "crente fiel não leva tiro de bala perdida, e se levou é pq não está sendo fiel a Deus". Cansado de ter que ouvir a seguinte frase quando uma pessoa morre: "Deus levou o irmão fulano, Deus sabe o que faz, afinal ele poderia se desviar, então Deus levou logo pra evitar...". Também estou cansado de ter que responder as afirmações do tipo: "Se na IURD não se resolvessem todos os problemas, não estaria cheio de gente indo pra ela, eles tem fé, eles evangelizam...". Estou cansado de muito mais coisas, que nem escrevi aqui pra não tomar muito espaço, pois acho que estou sofrendo de esgotamento espiritual, como li num post recente, Deus me ajude...
Pastores, me dêem uma palavra, por favor.

Responder
avatar
Alexsandro
AUTOR
15/10/07 10:35 delete

“Misticismo semântico”, ao ler as declarações do Macedo no post lembrei-me dessa expressão cunhada pelo Francis Schaeffer.

É incrível, mas o Macedo tem nas mãos a possibilidade de fazer uma televisão diferente, com valores diferentes, mas tende a ser exatamente igual a Globo, ou pior.

Responder
avatar
Elison
AUTOR
15/10/07 11:12 delete

Caro Solano
O Edir Macedo já devia,assim como em Portugal,ser taxativamente reconhecido como líder de uma seita que manipula a fé das pessoas em benefício e enrequecimento próprio, mas os lideres evangélicos referem-se a IURD de forma polida, sem enfrentamento pela essencia da Palavra de Deus. Solano este senhor é desprovido de qualquer pudor que tem(e eu provo)promovido e estimulado ,com pagamento de todos os custos, a REALIZAÇÃO DE VASECTOMIA NOS PASTORES DA IURD, INCLUSIVE DAQUELES QUE AINDA NÃO TEM FILHOS.- Afinal o que o guru tem contra a natalidade? terá ele feito pacto com o principado chamado moloque?

Responder
avatar
Cristiano
AUTOR
15/10/07 11:47 delete

1. Para mim está mais do que claro que o Edir Macedo quer ser o novo "Roberto Marinho" do Brasil. E para mim também não é à toa que o fortalecimento da Record ficou ainda mais consolidado depois da morte deste.

O Macedo quer ser o novo "Muito Além do Cidadão Kane" do Brasil.

2. A visão dele sobre o nascimento das crianças é totalmente ridícula, maluca! Será que na Bíblia dele também falta o livro do profeta Jeremias? "Antes que eu te formasse num ventre te conheci, e antes que a tua mãe te desse à luz santifiquei-te; às nações te dei por profeta".

Sim, porque o livro de Jó com certeza deve faltar na IURD, pelo que jeito com que a questão da religiosidade (motivada em Deus ou nos ganhos materiais) é tratada por lá.

Lamentável, tudo muito lamentável.

Responder
avatar
Cristiano
AUTOR
15/10/07 11:59 delete

E é claro, de tabela agora sabemos mais claramente qual a posição do sr. Senador Marcelo Crivella...

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
15/10/07 12:03 delete

Solano

Ainda repotando ao pragmatismo macediano, acho que ele leu o livro: Freakonomics: O Lado Oculto e Inesperado de Tudo que nos Afeta, de Steven D. Levitt. Neste livro, Levitt, de uma forma pragmática, defende a teoria de que a decisão pró-aborto da Suprema Corte norte-americana (Roe versus Wade, em 1973) teve uma conseqüência não prevista, que foi a de prevenir o nascimento de uma geração de prováveis infratores da lei, cujo efeito concreto foi a queda da criminalidade.

Cleber Leite - Teresina/PI

Responder
avatar
Valderice Sansão Ribeiro
AUTOR
15/10/07 14:18 delete

Acho que o próprio Bicho, quer dizer: Bispo já definiu tudo a respeito dele próprio e da IURD quando afirma: "Não, não do meu Deus!", o deus dele é exclusivo, não é o nosso Deus O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus que entregou seu Filho unigênito para salvar o eleitos. Tá explicado!!E é por isso que ele e sua gangue não seguem a Bíblia! Val

Responder
avatar
15/10/07 18:40 delete

Edir Macedo está cada vez mais afastado da Palavra de Deus. Primeiro ele veio com a pervertida e mercantilista Teologia da Prosperidade, agora fere a moral cristã e o bom-senso, com a aprovação do aborto; sendo os seus argumentos muito fracos, que só ludibriados acreditam.
Macedo é levado por esse vento da filosofia da morte ao inocente, amanhã ele aparece com outra pior, pois esse é o caminho de quem é fascinado por modismos! Infelizmente!

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
15/10/07 18:41 delete

Amado irmão e ilustre colega Presbítero Solano,

Em uma das nossas reuniões do Conselho alguém demonstrou simpatia pelo Sr Macedo, ao que eu sintetizeu o meu conceito, trata-se de mais dos inimigos da Cruz de Cristo propalados pelo Apóstolo Paulo. Num misto de perplexidade alguns educadamente me disseram que "peguei pesado". Mas, a questão de Macedo e da IURD extrapola a de mera simpatia. O homem é herege.

Bem, precisamos disseminar o seu post como um verdadeiro documento a espargir a luz de que muitos de nós precisamos para encarar de frente esse filho das trevas.

Dà-me a sua permissão para extrair cópias e fazer divulgação de seu "documento" conforme pretendo faze-lo?

Com o abraço

Do Paipai do Estevão,

Anamim Lopes Silva

Responder
avatar
Adilson dos Santos
AUTOR
15/10/07 18:56 delete

Estou chocado em conhecer mais "esse lado" do Macedo, pois a abordagem do Macedo sobre aborto é simplesmente horrível! Que Deus tenha misericórdia dos fiéis que frequentam a IURD.
Rev. Adilson.

Responder
avatar
KILMER
AUTOR
15/10/07 20:01 delete

Caro Sr. Solano Portela,

Concordo que a cosmovisão controvertida do bispo da IURD favorece uma análise que pontua a gama enorme de contradições dos princípios estabelecidos pelo Soberano Deus. Mas dá um nó na minha cabeça o fato que eu, calvinista convicto, entendo que cada infinitesimal movimento do bispo Macedo, bem como os meus, são conhecidos nos eternos decretos de Deus; o destino de cada feto descartado nas fétidas valetas de esgoto desse mundo estão seguramente previstos nos decretos do Divino.
Assim sendo, não consigo assimilar que a nossa indignação possa mudar alguma coisa. Fico a pensar que toda essa nossa manifestação é mera movimentação catártica, sem sentido quando parece reivindicar a mudança do estado das coisas.
Se assim não for constato, então, que dessa forma acabamos reagimos, frente aos temas da vida, como teistas abertos enrustidos; acreditamos teoricamente na Soberania de Deus, mas na prática achamos que temos que temos que realizar as nossas obras de repúdio - aqui, acolá e quase sempre - para que as ações do todo-poderoso sejam viáveis. Esse nó parece complicado ou então os openteistas não estão totalmente errados.

Um abraço,
KILMER

Responder
avatar
15/10/07 20:39 delete

Rev. Solano,

Não me surpreende que um porco rebole na lama. O que me espanta é ver gente tentando perfumar o porco a todas as custas e esconder o seu mau cheiro. E ter que chegar a este ponto limite para que alguém grite brados de alarme.

Parece que a verdade de Deus é levada com muita diplomacia e que só levantamos a voz quando a nossa agenda evangélica está em causa.
Será um pouco de farisaísmo e hipocrísia no nosso próprio arraial?

Que tal uma carta a um pastor reformado na IURD, para ajudar o coitado a se aguentar por lá e ser tolerante com as suas práticas?

Só entendo uma coisa de quem diferencia doutrina de prática: talvez andem a teorizar em vez de viver a fé cristã...

Cá em Portugal temos uma fera dessas ainda por estoirar - Apóstolo Tadeu da "Igreja" Maná Internacional, que num país europeu com a maior miséria, já vai com 2 aviões particulares para a glória de alguém...

Sola Gratia...Só pela graça, misericórdia!
Nuno Pinheiro
http://soberanagraca.blogspot.com

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
16/10/07 00:42 delete

Parabéns, presbítero! Estou cansado de ouvir as velhas críticas à ICAB (algumas mais ou menos descabidas) e , quando o assunto é a IURD, nada mais que uma singela "reserva"...Já é hora,mais, já passou da hora de por um paradeiro na infeliz idéia segundo a qual IURD e congêneres possam ser encaradas como comunidades cristãs...A única coisa verdadeira em toda a entrevista do Sr. Macedo é que, de fato, seu deus é mesmo outro...

Responder
avatar
16/10/07 01:20 delete

Solano, em tempos tão difíceis adotarmos pressupostos bíblicos deve ser o nosso dever. Veja que o desdobramento de toda uma ´´teologia`` errada, de um falso evangelho que não passa de um, como John Piper fala a respeito da teologia da prosperidade, esterco. Se encontra talvez na cosmovisão que ele tem, uma posição não soberana de Deus no universo. Uma igreja que ao invés de ajudar os mais pobres continuam a vender essa porcaria que eles insistem em chamar de evangelho. Que Deus te abençoe Solano, Abraços
Laurindo Cavalcanti. Caruaru-Pernambuco.

Responder
avatar
José Paulo
AUTOR
16/10/07 10:39 delete

Está cada vez mais claro que o lobo está perdendo a roupagem de carneiro, e mostrando toda a sua realidade maligna. Espero que essa reportagem sirva para abrir os olhos dos eleitos dentro da IURD. "Sai dela, povo meu!"

Responder
avatar
16/10/07 12:17 delete

Caro Solano:

Como afirmei no blog do Julio Severo e em meu próprio blog, esta é uma declaração blasfema, antibíblica, anticristã e desprovida de qualquer sentimento de piedade, embora o "bispo" Macedo tente vestir-se dela para defender o aborto.

Este é, de fato, o tempo de que fala o Apocalipse: quem é justo, justifique-se mais ainda, quem é imundo, torne-se ainda mais imundo.

A linha divisória está muito clara, cabendo a cada um de nós descobrirmos de que lado estamos ou se queremos viver nessa zona cinzenta, onde tudo é nada e nada é tudo!

Abraços!

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
16/10/07 15:40 delete

Caro Solano, há algumas décadas, quando a IURD começou, devíamos tomar cuidado para falar a seu respeito. Havia nela uma mistura de coisas, mas que no futuro, assim como aconteceu com outras denominações, poderia evoluir para uma Igreja, ao invés de uma seita como hoje se vê. Com as práticas adotadas pela IURD (como se vê na Record), que em nada diferenciam da macumba, as Igrejas Cristãs têm que tomar uma atitude formal e decisiva em relação à IURD e a Renascer em Cristo. Não é mais possível tapar o sol com a peneira. Tenho certeza que dentro destas "igrejas" existem pessoas realmente crentes, pois conheço pessoalmente algumas. Estas pessoas crentes, não têm culpa do que seus líderes fazem. Mas o povo de Deus precisa deixar claro qual é o evangelho que pregamos e acreditamos e não deixarmos nas mãos destes falsos líderes a tarefa de mostrar para a sociedade o que a Bíblia diz (na visão deles).
Não acho que falar a verdade bíblica nos coloque no mesmo patamar desses lobos devoradores de ovelhas (Ezequiel 34:1-10), a verdade precisa ser anunciada, esta é um ordem divina.
Jucélia

Responder
avatar
16/10/07 20:07 delete

O conteúdo total deste artigo é muito bom. Muito edificante!

Fico triste e magoado ao ver um homem com destaque tão grande vilupendiar o nome de Cristo com seu mau testemunho.

Eu conheço um pastor que foi dar apoio ao Macedo quando este estava preso e até encorajando-o a tomar a atitude certa que haveria na Igreja quem o ajudasse. A resposta já na altura foi esclarecedor: "ó meu chapa, eu pra Jesus até marco gol com a mão"...

Continuo a pensar que por não aplicarmos o princípio bíblico de após termos tentado chamar ao arrependimento um nosso irmão para ganhá-lo, então nos deveríamos desmarcar dele. Pois o testemunho ruim dele é endossado aos que com ele andam...

Saudações em Cristo,
Nuno Pinheiro
http://soberanagraca.blogspot.com

Responder
avatar
17/10/07 00:41 delete

Caros Amigos - Obrigado pelos mais recentes comentários:

1. João Lemos - É verdade que Deus emitiu seus pronunciamentos e desígnios até por um burro falante... Então é possível que alguns sejam alcançados pela IURD, sim, pois há leitura da Bíblia e muita mistura. Mas isso não desculpa a liderança de adulterar o evangelho, misturá-lo com crendices pagãs e fazer o que é explicitamente condenado em 2 Pe 2.3 - "... movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita". Isso se aplica a muitos segmentos e "comunidades" dos dias de hoje.

2. Cléber - como você aponta, pesquisa recente revelou que a maioria da população é contra o aborto. Embora a opinião da maioria não é algo que torne algo certo ou errado, esse fato é por demais importante, pois deixa a descoberto os pronunciamentos e atitudes dos manipuladores de mentes existentes na mídia e na política. Funciona da seguinte forma: a maioria dos autores de novelas é, atualmente, de persuasão homossexual, ou simpáticos "à causa". Basta isso para em cada quase toda novela termos não somente o homossexualismo pregado como modo desejável de vida, mas uma súcia de debochados travestidos - como se isso fosse a coisa mais natural do mundo. Um estrangeiro observando a cena, pensa que todas as famílias do Brasil vivem com um travesti dentro de casa ou interagindo com um deles. Ou seja, para estar "de bem com essa mídia", tais causas devem ser abraçadas, e estando-se de bem com a mídia a popularidade vem no rastro. É uma equação indireta, mas funciona para quem não tem princípios e é pragmático no seu plano de ação.

3. Caro "anônimo" esgotado - responda que se arrebanhar multidões fosse garantia de propriedade da mensagem de salvação Ghandi teria sido um dos maiores evangelistas da história - no entanto, por mais projeção política que tenha tido, sua percepção do Deus verdadeiro era falha e deixou as multidões que o seguiam tão na escuridão espiritual quanto estavam antes. É Deus que fica avisando a Israel que não escolheu a nação por ser a mais numerosa, grandiosa, etc. Crescer é bom, mas às custas da verdade, é letal.

4. Alexsandro - Realmente, Macedo poderia fazer uma televisão diferente, mas ele há muito traçou uma dicotomia entre religiosidade e vida prática, e o que é pior - escorrega na esfera da religiosidade, que tornou-se "um outro evangelho".

5. Caro Elison - Não é interessante que todos esses que são contra a natalidade já nasceram?

6. Caro Cristiano - Essa ambição de liderar o maior império de comunicação do Brasil está bem evidente. Concordo. Quanto à posição do Crivella, não sei se está muito explícita. No mínimo compactua, mas tem se posicionado contra os projetos de lei que defendem o homossexualismo - vamos ver no que dá.

7. Cléber Leite - Boa lembrança. É possível que Macedo esteja emulando as idéias do Levitt (Freakonomics). No entanto, mesmo que Levitt estivesse certo (o que é debatível, pois existem inúmeras outras variáveis que aconteceram no cenário norte-americano, entre elas o endurecimento contra criminosos [efeito Giulianni - de tolerância zero]), o máximo que ele poderia fornecer seria uma visão retroativo-analítica da história, mas não formular princípios e valores futurístico-prescritivos. Na questão da ética, bom e o bem, é o que Deus diz que é bom e que é bem; não o que possamos presumir que seja, ou que dará este ou aquele resultado (resultados intangíveis, fora da nossa capacidade de percepção ou controle).

8. Valderice - É. O meu Deus, o da Bíblia, é contra o aborto; não aceita o homossexualismo (ainda que redima e converta o homossexual e os demais imorais). Mas existem muitos "deuses" por aí.

9. Gutierrez - É isso aí. A Bíblia estabelece limites claros que não podem ser removidos pelos modismos.

10. Anamim, amado irmão, famoso pai do Estêvão! Boas observações. Tem toda permissão do mundo (os demais, também) para divulgar quaisquer dos meus textos que possa servir à edificação do Povo de Deus.

11. Caro Adilson - Eu também não acreditei quando disseram que a Record estava fazendo campanha pelo aborto. Apesar de já ter visto muita coisa estranha naquele arraial, achava que isso era exagero. Infelizmente não era...

12. Mas você concorda que acreditar na soberania de Deus não significa ficar impassivo, inerte ou perder a capacidade de indignação. Nenhum calvinista sério deixará de considerar a responsabilidade humana.

13. Caro Nuno. Grato pelos dois comentários bem escritos e pertinentes. A realidade é que alguns gritam antes, outros depois. O timing de um nunca é o mesmo do timing do outro. Uns aprendem mais rápido, outros levam 10 anos. Ajamos de acordo com nossas convicções, mas não vamos jogar pedras em quem ainda não adquiriu a convicção, que é trazida e operada pelo Espírito. Senti em sua declaração: "Que tal uma carta a um pastor reformado na IURD, para ajudar o coitado a se aguentar por lá e ser tolerante com as suas práticas..." Uma pontada de ironia destrutiva a um outro post deste blog... Será certo isso, quando estamos exatamente alertando para o que aí está? Gostei bem mais do seu último comentário, aqui; bem mais equilibrado e reconhecendo a necessidade de se alertar antes e em vez de somente se atacar.

14. Caro anônimo cansado da ICAB - Obrigado pelos parabéns. Quanto às críticas, cada um por vez, prezado. Não falta bordão, nem amor, na medida das necessidades...

15. Caro Laurindo - Concordo que muitos desses desvios são exatamente devidos à exaltação da pessoa humana acima de suas prerrogativas e de uma recusa de aceitar as evidências bíblicas da soberania e regência de Deus. Dá nisso aí.

16. Caro José Paulo - Sempre foram cordeiros meio estranhos, mas o hálito de lobo está mais evidente a cada dia. Nas sextas-feiras, e nas caladas da madrugada, quando estavam "exorcizando" publicamente, confundiam-se totalmente com a matilha.

17. Caro Pastor Geremias - Os sofismas e as falácias da argumentação estão bem presentes, apesar de, como o irmão identifica, terem "a aparência de piedade"! Nada que a Bíblia não tenha nos avisado antes.

18. Cara Jucélia - Realmente é incrível como emulam as práticas da macumba. O sincretismo apresentado é de fazer inveja a qualquer católico baiano (nada contra os baianos, gente...).

Um abraço a todos.

Solano

Responder
avatar
17/10/07 00:44 delete

Caro Solano,

Parabéns pela análise bíblica dos comentários do "bispo".

Como era de se esperar, e foi demonstrado no post, as afirmações do pontífice não passam pelo crivo da lógica e da Escritura.

Contudo, a "operação do erro" está em ação, fazendo tantos crerem nas falácias e heresias promovidas pela IURD.

Um abraço,
Felipe Sabino

* Diante de tão grande dualismo, os escritos de Agostinho contra os maniqueístas nunca foram tão atuais...

Responder
avatar
Nepomuceno
AUTOR
17/10/07 08:38 delete

Meu amigo e minha amiga.. blogueiros!

O assunto é muito sério. Estou impressionado com as informações (já que não li a reportagem da Folha). Para falar a verdade, eu nunca fui muito simpático ao Edir Macedo, mesmo antes de ter lido o livrinho da IPB (eu tenho um exemplar - Rev. Mauro - comprei na CEP).

Estaria no cerne de todo o problema o velho e sempre desejado "vil metal"?

É o dinheiro e não a ideologia que move certas igrejas e pastores, certos líderes evangélicos?

Pelo que sei... (é pouco) a rede de televisão que pertence ao Sr. Edir Macedo e esposa tem como cliente a IURD, que é uma igreja e, obviamente, uma entidade sem fins lucrativos.

A TV REcord não consegue se destacar da imagem da IURD e por isso, em muitos segmentos não alavanca seus negócios. Creio que a estratégia de liberalizar a teologia da IURD (ainda mais), levando-a à secularização ideológica inclusive, será uma maneira de ajustar um pouco as coisas.

O que acham "meus amigos e minhas amigas" blogueiros?

Responder
avatar
Ricardo
AUTOR
17/10/07 15:25 delete

Prezado Solano,

Parabéns pelo comentário.
Fica-nos cada vez mais evidente que vivemos tempos difíceis..., precisamos urgentemente de uma pregação mais sólida, mais bíblica em nossas igrejas.
Somente púlpitos mais fiéis as Escrituras, poderão combater este "outro evangelho".

Um forte abraço.

Ricardo Moraes.

Responder
avatar
17/10/07 15:44 delete

Caro Prof. Solano,

Tem razão acerca de meu comentário sarcástico relativamente a outro post, incorrendo até no risco de ser um pouco injusto pois a situação é discutível nesse post e de inegável prejuizo neste post.

Mas talvez seja mesmo uma má altura para eu gerir emoções relacionadas com o meu passado recente sem que possa ser um pouco precipitado. É que para o meio pentecostal, reformado ou protestante tradicional são uns seres que só têm racionalidade e são desprovidos do Espírito - isto foi o que me foi sendo passado ao longo do tempo... E a vontade da carne é "olho por olho e dente por dente", mas tenho de dar graça pois a graça tenho recebido!

Deus abençoe aqueles que ainda se submetem à Palavra de Deus no meio de um caos cada vez maior na vida da igreja contemporânea.

Seu em Cristo,
Nuno

Responder
avatar
Marcos David
AUTOR
18/10/07 02:39 delete

Olá irmão Solano!

Lembrei de quatro coisas quando li seu post.

1- Edir Macedo disse: "Não acredito que algo informe, seja uma vida."

O salmista, inspirado, disse:
Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.
Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.
(Salmos 139. 15,16)

2- Mateus 11.25-26
Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim te aprouve. A respeito de não sermos (nós os que cremos) tão ingênuos quanto parecemos.

3- 1 João 4.1
AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.

E por último, a Vida me ensinou o seguinte: Uma ovelha é fácil de ser conhecida. Ela faz: "Béééééééée, bééééééééé"!

Já o lobo uiva: "AAAAAAUUUUUUUHHHH".

É assustador, mas é fácil conhecer o lobo e mercenário. ELE NÃO TEM CUIDADO DO REBANHO!

Abraços

Marcos David (Santo André - SP)

Responder
avatar
Rev. Manuel Luzia
AUTOR
18/10/07 11:37 delete

Bem, só agora vim ao conhecimento das declarações do proprietário da Record. Não que conheça muito dele, mas nada me surpreende de quem não tem escrupulos e explora de uma forma impressionante e descarada a suposta fé dos seguidores da IURD (aqui em Portugal já tem outro nome: Centro de Ajuda espiritual). O homem é um negociante que, acredito, vai ter que dar muitas contas ao Soberano Deus.

Que o Senhor nos guarde e fortaleça na fé e graça do Senhor Jesus Cristo.

A Deus toda a glória!

Pr. Manuel Luzia

Responder
avatar
18/10/07 19:06 delete

Realmente ótimo post.
A mairoria dos homossexuais se esconde atrás do "Livre arbítrio" segundo a visão deles. É uma má interpretação, em minha opnião.
Abraços.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
19/10/07 00:23 delete

Se Deus faz milagres na IURgh!, por que as mãos do "bispo" Macedo não foram curadas?

Responder
avatar
19/10/07 13:56 delete

Prezado presbítero Solano: parabéns pelo texto!

Aproveitando o momento de postagens com assuntos atuais, uma pergunta: teremos uma postagem deste excelente blog sobre o polêmico filme e "arrasa quarteirão" pirateado ou não, "Tropa de Elite"?

[]s reformados

Responder
avatar
Anderson
AUTOR
20/10/07 02:09 delete

Ao Kilmer,

Brother, você tá mal mesmo.
Seus questionamentos nada têm a ver com ser calvinista.
Têm sim tudo a ver com uma falta de conhecimento da bíblia e da pessoa de Deus, seus atributos, sua graça, justiça, poder.
Também carece de entendimento de qual o propósito das palavras: "não vos conformeis com esse século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente..."

Portanto, não busque respostas prontas, vá beber direto na fonte, na palavra daquele que tudo fez e tudo vê.

Abraços e Deus nos abençoe.

Responder
avatar
20/10/07 13:12 delete

1. Caro Felipe: Obrigado pelo comentário e parabéns pelo extenso e extenunate trabalho em seu www.morgegismo.com , sempre recomendável! Eu nem sei mais se temo sum dualismo ou uma espécie de imanentismo, na religião que está em gestação na IURD - a do "aqui e agora"!

2. Caro Nepomuceno - Bom "vê-lo" no Blog. O Edir Macedo tem se esforçado ao máximo para não ligar muito a Record à IURD, inclusive afirmando e reafirmando que a Record é dele - pessoa física. Isso tem provocado espanto e início de investigações: como é que ele, com um salário mensal nominal e declarado de 8 mil Reais, consegue ter tal patrimônio? A emenda está ficando pior do que o soneto.

3. Ricardo: Realmente, precisamos da sólida pregação da Palavra (não de idéias humanas e remédios sociológicos) procedentes dos nossos púlpitos! A revitalização e verdadeiro progresso da igreja passa pela firmeza bíblica de sua pregação.

4. Caro Marcos David - Excelente lembrança de versos pertinentes à questão. Como indiquei no "post" (que não iria ser uma abordagem exaustiva), há muito que se pode escrever contra o aborto, e outros têm feito excelente trabalho em substanciar, pela Bíblia, que é moralmente errado.

5. Caro Rev. Manoel: Obrigado pelos comentários - precisamos todos da fortaleza de Cristo.

6. Cara Gabriela: Os Homossexuais geralmente apresentam a questão como "opção sexual" - Mas a "opção" sexual é uma falácia - Deus determina os nossos sexos (masculino ou feminino). A nossa vontada não muda nem nossa formação biológica nem anatômica.

7. Anônimo: Se me recordo bem, há mais de uma década a IURD fez uma grande concentração no Maracanã e as pessoas com problemas de visão foram encorajadas a trazerem seus óculos e empilharem todos eles no tablado onde estavam os bispos, para serem triturados ou descartados após a oração. O Edir Macedo ficou com os dele...

8. Cara Sílvia: De vez em quando faço resenhas publicadas na revista "Servos Ordenados" (http://www.amx.com.br/_model1/categoria.asp?cat=SociedadesInternasOFICIAIS&div=Sociedades%20Internas&emp=cep). A última foi sobre "Casino Royale". Se eu conseguir ver "Tropa de Elite" é capaz de me motivar a uma resenha. Obrigado pela participação e pela dica.

9. Caro Anderson - pegue leve, irmão: cuidado com a arrogância...

Um abraço,

Solano

Responder
avatar
Roger
AUTOR
20/10/07 14:39 delete

A IURD só tem dois problemas:
Ela cresce depressa e tem muito dinheiro!
Nós que temos pouco dinheiro e crescemos devagar temos ainda um terceiro problema:a IURD.

Responder
avatar
24/10/07 22:45 delete

Caro Solano,
Excelente e oportuno post.
Estou para comentar faz um tempo mas o acesso aos comentários foi bloqueado no meu trabalho...
Mas uma vez fiquei escandalizado com a atitude do Macedo...mas concordo com o comentário acima que considera a possibilidade de haver pessoas sinceras entre os membros da IURD (não sua liderança!). Sei de pessoas que depois de se aprofundarem mais nas Escrituras sairam de lá e foram pra igrejas históricas.
Deus tenha misericordia daquele povo e use de juízo para com Edir Macedo e os lideres da IURD.
Um abraço,
João

Responder
avatar
mailson
AUTOR
11/4/08 11:25 delete

esse edir mesmo. o mercado de aborto está aberto para ele,e sua elite afinal els tiraram aguns livros da biblia porque não-os entressavam agora tem mais essa.esse negocio de dizerem que protestantes tem a palavra na ponta da lingua,deve ser sopa de letrinha para analfabeto e sego assim como as autoridades não dão ouvido assim sou "eu"

Responder
avatar
Pedro
AUTOR
26/4/08 09:40 delete

Sr. Nicodemus, o sr. é teologicamente correto em suas afirmações contra a homossexualiadade, mas perguntou se na prática o sr.tem amor e compaixão pelos que sofrem tal situação? Que falar dos que estão dentro das igrejas, quem sabe até a sua, sofrendo calados? Se falam, são apedrejados e expulsos, se permanecem no silêncio sofrem sozinhos. Depois alguns "rebeldes" ou "revoltados" partem para igrejas que os aceitam e são condenados pela igreja "Oficial". Acho que se encontrassem amor, apoio, compaixão onde estavam primeiro, creio que jamais sairiam. Mas esse é o mal dos "históricos", "reformados", "calvinistas", "fundamentalistas" e "ortodoxos", eles tem teologia de mais e amor e compaixão de menos.

Responder
avatar
26/4/08 21:44 delete

Sr. Pedro:

Vou responder o seu comentário, porque afinal fui eu que postei o texto original (sou um dos três integrantes deste Blog) e não o Dr. Augustus Nicodemus, a quem o Sr. Dirigiu a crítica.

Você não acha suas perguntas retóricas (questionando a existência de amor e compaixão) cheias de julgamento? Como você pode aferir tal ausência de amor e compaixão nos autores deste blog? Porque apontamos que o homossexualismo contraria a Palavra de Deus? Ora, você mesmo afirma isso no início de sua mensagem.

O problema, não é a ausência de amor nos "históricos", "reformados", "calvinistas", "fundamentalistas" e "ortodoxos", como você aponta (acredito que os únicos deixados de fora foram os do "caminho" dessa "nova graça" - estranha à Bíblia). O problema é achar que amor é incompatível com exposição do pecado; que compaixão não tem nada a ver com disciplina - quando amor e compaixão são demonstradas, por orientação de Deus - na aplicação CORRETA da disciplina.

O problema, meu caro Pedro, não é "teologia demais e amor e compaixão de menos". Teologia correta, nunca é demais. O problema no evangelicalismo moderno, é humanismo demais e Bíblia de menos. Todos pagam seus respeitos às Escrituras, mas poucos estão dispostos a observar os seus princípios, quando eles vão contra o que é politicamente correto.

Fiquemos com a Palavra e seremos servos mito mais humildes, eficazes e menos julgadores.

Solano Portela

Responder
avatar
28/8/08 16:38 delete

É incrível como cristãos que outrora eram conservadores na sua posição doutrinária, hoje bebem das fontes amargas do liberalismo e relativismo.
Quase esqueci. Estamos na era da pós-modernidade.
Um dos "beberrões" dessa fonte é Philip Yancey.
Os seus escritos são tremendamente confrontadoras e excitantes.
No entanto, com todo respeito dos que pensam diferente de mim, parei de ler e não indico seus escritos.
Calma, vou explicar, antes que alguém atire a primeira pedra.
Após sua entrevista à Candace Chellew-Hodge, líder de uma igreja gay nos Estados Unidos (leia no blog http://silasdaniel.blogspot.com/2008/05/no-que-cr-realmente-phillip-yancey-ou.html) onde afirma que homossexualidade não contradiz com as Escrituras Sagradas, e cita com as seguintes palavras: “Como tenho freqüentado igrejas de lésbicas e gays, fico triste porque a igreja evangélica em sua maioria não tem espaço para os homossexuais. Tenho encontrado maravilhosos e compromissados cristãos que freqüentam a MCC [Metropolitan Community Church, uma igreja organizada especificamente para homossexuais] e gostaria que as outras igrejas se beneficiassem da fé desses cristãos gays”; o meu respeito por ele caiu.
Mas uma pessoa que precisa ser alcançada pela verdadeira graça do Senhor Jesus que ele tanto prega e diz crer.

Responder
avatar
9/4/09 19:02 delete

olà amados, meu nome é Vital, sou Obreiro da Obra de DEUS, atraveis da iurd,vi os comentários,`sobre à entrevista que o bispo deu à folha e tanbem pelo que ele mesmo diz em sua alto biografia encomendada, que não fala tudo é claro, exemplo, sua relação, com o Homem de DEUS R.R.Soares, ele é tendencioso quando diz que o chute no deus catolico atrasou à Obra de DEUS em dez anos, à palavra de DEUS; nos diz lá em Jó, que os planos de DEUS não se frustam,
à iurd de ums tempos prá ca tem ficado, com milpia; quando se refere à Obra de DEUS;lamentávelmente.
alias, um dos legitimos fundadores da iurd, é o R.R.Soares, o bispo Rodrigues, que de ant- mão foi condenado pela iurd, e simplesmente chutado, à Biblia diz para não chutar à "cana quebrada" já pensou se DEUS tivesse, chutado Adão e Eva, quando erraram, e nós, então,se o bispo ou quem quer que seja errou, porque não o ajudar,é como o aborto para ele matar ou eliminar é mais "pratico"eu não como pelas mãos do bispo Macedo, eu lêio à Bibli,o bispo disse que não acredita no ministério de um pastor solteiro, então porque será que ele envia tantos jovens para à "OBRA"? BOM EU PODERIA FICAR AQUI FALANDO POR HORAS, SE QUISEREM ME FAZER QUALQUER PERGUNTA, veja, jteotoniosilva.blogsport.com- jteotoniosilva@bol.com.br.
jvtds.nafoto.net

Responder
avatar
Ailsom
AUTOR
1/9/10 15:01 delete

Voltando ao assunto. Veja o vídeo do Sr. Macedo defendendo o aborto. Se alguém ainda tinha alguma esperança de que a IURD fosse uma igreja cristã, esse vídeo mostra que não:

http://www.youtube.com/watch?v=PtDd9OEKyvI&feature=player_embedded

Responder
avatar
Unknown
AUTOR
8/4/14 20:46 delete

Na IURD homosexualismo é visto como demôniaco, eu já vi gays sendo exorcisados na IURD e sendo libertos após os exorcismo (hoje esta casada a anos)

Edir Macedo já disse que é pecado, no blog dele tem milhares de testemunhos de ex gays

Não to defendendo o Macedo, só falando o que sei

Responder
avatar