sábado, dezembro 08, 2007

Augustus Nicodemus Lopes

Recomendação do Tempora-Mores - A Sistemática de Franklin e Alan


[Acaba de ser lançada pela Editora Vida Nova a magna opus de Franklin Ferreira e Alan Myatt, Teologia Sistemática. Tive o grande privilégio de ser um dos apresentadores, junto com Dr. Russell Shedd. Reproduzo aqui a minha apresentação, com a recomendação do livro para os que desejam um manual didático, preciso e prático das grandes doutrinas da fé cristã].
"A teologia sistemática que o leitor tem em mãos é diferente de todas as demais disponíveis no mercado brasileiro de hoje. Em primeiro lugar, pela nacionalidade de seus autores. Um deles é brasileiro e o outro, americano. Esclareço que não acredito em “teologia brasileira”. Aliás, não acredito que teologias sejam irreversivelmente determinadas pela nacionalidade dos seus autores e nem pelo local onde foram escritas. Todavia, embora eu creia que o ambiente vivencial não determine irrevogavelmente a compreensão final que alguém tenha da revelação de Deus, com certeza o fato de Franklin Ferreira ser brasileiro – embora com cidadania americana –contribuirá para que a sistematização, o estudo bíblico e a aplicação que compõem cada capítulo sejam sensíveis ao nosso contexto. O fato de que Alan Myatt e Franklin Ferreira conseguiram escrever juntos uma teologia sistemática reflete nossa crença que a teologia consegue freqüentemente extrapolar os ambientes vivenciais, os regionalismos e se apresentar como fruto de fatores transcendentes que lhe dão unidade e coerência.

Em segundo lugar, os autores são batistas reformados. Essa combinação certamente soará estranha nos ouvidos de muitos evangélicos que geralmente associam a Reforma protestante com os presbiterianos e episcopais. Todavia, os batistas reformados remontam aos primórdios da denominação e sempre se constituíram numa força poderosa entre os batistas, quer pelo número, quer pela pujança teológica. Os autores estão entre eles e sua obra reflete a teologia reformada e as convicções batistas. Todavia, esse último ponto não impediu Myatt e Ferreira de exporem as posições divergentes abraçadas por outras tradições reformadas e mesmo cristãs. Essa sistemática, portanto, é de corte reformado e viés batista, aberta todavia aos pontos comuns que os reformados compartilham.

Em terceiro lugar, pela maneira como foi estruturada. Geralmente as teologias sistemáticas, particularmente as reformadas, sofrem a acusação de serem teóricas demais, desconectadas das questões práticas que ocupam a vida da igreja e dos cristãos comuns. A presente teologia resolveu mostrar a cada capítulo as implicações práticas de cada um dos principais pontos da sistemática, após discutir as questões apologéticas envolvidas em cada um destes pontos.
Em quarto lugar, pela preocupação exegética, nem sempre presente em teologias sistemáticas. Por definição, a teologia sistemática se preocupa em analisar os textos bíblicos sistematicamente dentro de categorias temáticas, encaixando cada passagem da Bíblia na gaveta correspondente. Por exemplo, os textos da Bíblia que falam da divindade de Cristo não são analisados em seu contexto canônico, histórico e literário, mas à luz dos demais textos que tratam do mesmo assunto, fazendo com que freqüentemente sejam removidos de seu contexto original. Para evitar essa armadilha, os autores incluíram em cada capítulo um estudo bíblico das passagens mais importantes relacionadas ao tema em apreço. O resultado final é o que quase poderíamos chamar de uma teologia bíblico-sistemática.
É por esses motivos que me sinto honrado e satisfeito em poder apresentar a magna opus de Myatt e Ferreira ao público evangélico brasileiro, sempre carente, especialmente nos dias de hoje, de uma visão sistemática clara, bíblica e prática das coisas concernentes a Deus e ao seu Reino.
O livro pode ser comprado aqui.

Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

26 comentários

comentários
Carlos Henrique
AUTOR
8/12/07 05:53 delete

Caro Rev.Augustus,

Tive o prazer de ouvir uma palestra do Sr.Franklin na última conferência da Editora Fiel assim como a apresentação deste material pelo Sr.Alan. Resultado de um trabalho laborioso que sem dúvida nenhuma irá trazer mais luz a leitura das sagradas escrituras.

Parabéns pela indicação de mas esta fonte confiável, uma verdadeira bússola para a leitura da própria Bíblia.

Em Cristo,
N`Ele só N`Ele
Carlos Henrique.

Responder
avatar
Caio
AUTOR
8/12/07 09:35 delete

Olá Augustus, meu nome é Caio, um simples cristão curioso. Esse meu comentário nada tem a ver com a teologia sistemática, mas esse foi o meio mais fácil que encontrei para entrar em contato.
Sei do seu vasto conhecimento teológico e do seu apreço por R.C.Sproul e por isso tenho uma pergunta sobre o mesmo. Ontem estav olhando alguns vídeos de trechos de aulas do Sproul e um deles me chamou a atenção, pois compilou algumas afirmações do autor a respeito da impossibilidade de se afirmar que Deus existe por meio da filosofia. Ele diz que filosoficamente o homem não pode ter certezza de nada e por isso não pode afirmar a existência de Deus. Eu entendi um pouco dessa colocação, mas se você pudesse m esclarecer isso um pouco melhor eu ficaria grato. Caso você queira ver o vídeo é só entrar no youtube e digitar Sproul is an agnostic.
Grato pela sua atenção, CAIO.

Responder
avatar
23/12/07 20:03 delete

Bem, posto aqui a minha mensagem de final de ano aos irmãos e amigos deste blog, com o reconhecimento de que o nosso Senhor continuará a ser, sem dúvida, a razão suprema do nosso viver em 2008.

Espero que a Norma Braga passe por aqui e saiba, também, que esta mensagem é extensiva a ela, já que seu blog está em recesso para comentários.

Abraços

Responder
avatar
teologia simples
AUTOR
26/12/07 04:16 delete

Já que vocês recomendam, eu não vou mais ler. Pois, estou cansado dessa teologia massante e chata.

Abraço,

Em Cristo André Amaral Duarte.

Responder
avatar
26/12/07 16:02 delete

André,

Seu comentário é um dos exemplos mais claros da quebra do terceiro mandamento, que diz que não devemos usar o nome de Deus em vão. Nunca vi tanta besteira, escrita inclusive em português errado (é "maçante" e não "massante"), postada em nome de Jesus Cristo.

Responder
avatar
Kley Bension
AUTOR
27/12/07 04:06 delete

Dr. Augustus, fiquei impressionado com um texto que encontrei na internet assinado pelo senhor (http://www.mackenzie.com.br/img/banners/bn_mensagem_chancelaria.htm).
Se o referido texto é de autoria legítima não sei. Mas o que me causou muita estranheza é o autor relatar três argumentos pelos quais se comprova que a origem do Natal não é cristã, mas sim pagã, e mesmo assim devemos celebrar o Natal. O autor entrou em contradição por várias vezes, mas mesmo assim manteve sua posição. Eu, não na posição de doutor ou professor mas de servo, prefiro ficar com a palavra, por mais antiquada ou fora de época que possa parecer para alguns, e como o próprio texto diz, celebrar a morte e ressurreição de Cristo, pois se Cristo não houvesse ressuscitado vã seria nossa fé (1 Co.15:14).
Caso tenha sido o senhor o autor do texto, gostaria que explicasse melhor sobre o fato. Caso não tenha sido, acho que alguém usou o nome do senhor para fazer uma brincadeira de não muito bom gosto.

Responder
avatar
27/12/07 10:31 delete

Prezado Kley,

O texto é meu, sim. Eu o escrevi por ocasião do Natal ano passado, como mensagem da Chancelaria da Universidade Presbiteriana Mackenzie. O texto não contém contradições. O fato é que você não concorda com meu ponto, o que tem todo direito de fazer.

Um abraço e Feliz Natal!

Responder
avatar
Flavio
AUTOR
27/12/07 16:43 delete

Dr. Augustus, é com enorme prazer de acesso pela primeira vez esse blog e, de cara, com uma indicação de uma obra que muito me estimulou a adquirí-la. Mas, tenho uma única dúvida, será que o valor dessa obra será tão prático e acessível quanto a sua linguagem? Minha queixa continua sendo o alto custo das obras no Brasil. Quando isso vai mudar? O povo precisa e quer conhecer a boa teologia mas, como? Se para tanto terá de optar entre comer ou ler?
Rev. Flavio Monteiro Dantas (Pastor da IPB em Itapevi, seu ex-aluno)

Responder
avatar
Ednaldo
AUTOR
27/12/07 18:18 delete

Já que o assunto já não é o lançamento do Livro mesmo, gostaria de perguntar ao Rev. Augustus.

Orígenes era um herege ou um cristão equivocado como os arminianos?

Pergunto isso porque me parece que muitas das suas idéias eram um tanto heterodoxas.

Obrigado pela atenção, Feliz Ano Novo

Ednaldo

Responder
avatar
28/12/07 15:44 delete

Caro Rev. Flávio,

Você tem razão, os livros no Brasil estão muito caros, e não somente os evangélicos. Os pais que o doga, quando vão comprar livros didáticos para os filhos todo início de ano.

A Sistemática de Franklin e Myatt vale o esforço pelos motivos que coloquei na minha recomendação. Use-a para referência geral, complementada pelo velho mas útil Berkhof naquelas partes que são mais presbiterianas.

Um abraço.

Responder
avatar
28/12/07 15:49 delete

Ednaldo,

Origines (185-253 d.C.) é a mais importante figura nesse período. Era um estudioso muito respeitado, muito capaz e provavelmente o mais erudito de sua época. Infelizmente, Origines seguiu e propagou diversos ensinamentos estranhos ao cristianismo bíblico. No século IV, Jerônimo, que tinha sido inicialmente um seguidor do método alegórico de Origines, resgistrou em sua obra "Contra Johannem Hierosolymitanum" um sumário conveniente dos erros atribuídos a Origines. Segundo Jerônimo, Origines negou que Cristo pudesse ver o Pai ou o Espírito Santo; afirmou que a alma estava aprisionada no corpo, como uma prisão, como castigo; afirmou que os demônios se arrependeriam e finalmente reinariam com os santos no final dos tempos; que as folhas que Deus deu a Adão e Eva no Jardim após a queda eram na verdade o corpo humano deles, pois antes eram espíritos puros; e que o homem, após a queda, havia perdido a imagem de Deus na qual havia sido criado. Existe hoje controvérsia se Origines desenvolveu estas idéias ou se foram seus seguidores e inimigos que adulteraram seus escritos. De qualquer forma, estas idéias atribuídas ao patriarca foram condenadas depois de sua morte por um decreto do imperador Justino em 543 d.C. [extraído de meu livro A Bíblia e Seus Intérpretes]

Se, portanto, essas idéias eram de fato dele, não podemos senão considerá-lo como herético, pois alguns de seus erros são em pontos fundamentais.

Um abraço.

Responder
avatar
Ednaldo
AUTOR
28/12/07 17:40 delete

Rev. Augustus obrigado pela resposta.

Ednaldo

Responder
avatar
Joel
AUTOR
28/12/07 17:46 delete

Prezado Augustus,
Desculpe a impertinência, contudo gostaria de solicitar que você respondesse a pergunta feita pelo Caio (comentário nº 2), pois esta incerteza também já me ocorreu.
Grato.

Joel

Responder
avatar
29/12/07 02:22 delete

Prezado Joel,

Não é impertinência alguma. Por algum motivo escapou-me. Costumo responder às perguntas feitas nos comentários.

Infelizmente, no caso dessa, vai continuar sem resposta, mesmo que agora a percebi. É que o Caio parte de dois pressupostos falsos. Primeiro, a minha vasta erudição teológica. Segundo, que eu gosto do Sproul.

Quanto ao primeiro pressuposto, não preciso dizer nada, a sua invalidade é óbvia.

Quanto ao segundo, confesso que não li quase nada do Sproul. Com o pouco tempo que tenho, procuro me dedicar, quando posso, a ler livros na minha área atual de interesse, que é cosmovisão cristã e a relação entre ciência e cristianismo. Atualmente estou lendo Michael Behe, The Edge of Evolution. Essa não é bem a área do Sproul.

Talvez alguém realmente erudito e que goste de Sproul possa responder com propriedade.

Um abraço.

Responder
avatar
30/12/07 15:54 delete

Rev. Nicodemus, quero desejar um feliz 2008 para o amado irmão, foi um grande prazer encontrar o "Blog O Temporas- O Mores" em janeiro desse ano. Já conhecia alguns de seus textos e um comentário bíblico escrito pelo irmão. Espero que em 2008 possamos continuar com os belos textos desse blog!
Obs: Sou aquele que se encontrou com o amado irmão na calçada na UNISA, em Santo Amaro-SP, onde você estava com sua filha.

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

Responder
avatar
30/12/07 22:44 delete

Caro Gutierres,

Obrigado. Desejo-lhe igualmente um 2008 abençoado. Foi legal conhecê-lo pessoalmente. Um grande abraço!

Responder
avatar
Marcelo
AUTOR
30/12/07 23:51 delete

Hola querido pastor Augustus, soy Marcelo Sánchez... de la Iglesia Presbiteriana Nacional en Chile.

Leí en el blog de su agenda que en Noviembre estuvo participando en la elaboración de una Declaración de Fe. Podría contarnos algo acerca de eso? Hay algún sitio donde se pueda leer el fruto de ese trabajo?

Que Dios le bendiga.

Responder
avatar
31/12/07 13:51 delete

Hola, Marcelo,

Trata-se da Comissão Teológia da Fraternidade Mundial Reformada, órgão que agrega denominações, institutições e indivíduos reformados do mundo todo, com o objetivo de promover a fé reformada no planeta, interligar as igrejas e organizações reformadas, etc.

O Comitê Teológico, formado de teólogos reformados que são membros da Fraternidade e vêm dos mais diferentes países, recebeu a incubência da Fraternidde de elaborar uma Declaração de Fé Reformada para o Século XXI.

Não se trata de uma Confissão de Fé nova, para substituir as antigas confissões reformadas, mas de uma Declaração que explora e desenvolve as implicações da teologia contida nessas Confissões para a nossa época.

Por exemplo, eu fiquei responsável por elaborar um esboço da relação entre Cristianismo e Evolução, Ecologia e Ciência -- assunto que não é tratado pelas antigas Confissões. Depois, esse esboço e os muitos outros dos colegas sobre outros temas, serão discutidos em plenário e finalmente -- o alvo é 2010, poderemos apresentar ao mundo reformado o resultado final.

Nosso próximo encontro será em Seoul, em março do ano que vem. Nosso trabalho não está disponível ainda, devido ao estágio bastante incipiente do mesmo.

Um abraço.

Responder
avatar
Ednaldo
AUTOR
31/12/07 14:49 delete

Rev. Augustus Nicodemus, Solano Portela e Mauro Meister.

Faço votos a todos de um Feliz 2008, cheio das Soberanas Bençãos de Deus.

Abraços pré-destinados.

Ednaldo

http://divinitatisdoctor.blogspot.com

Responder
avatar
1/1/08 23:44 delete

Hola pastor Augustus, muchas gracias por su respuesta y gracias por el trabajo que está realizando.

Que Dios lo bendiga.

Responder
avatar
caioperes
AUTOR
4/1/08 10:04 delete

Bom, no seu perfil no eblogger o senhor escreveu que gosta de ler sobre teologia: puritanos, Packer e Sproul. Isso me levou a pensar que realmente gostava e lia Sproul.
De qualquer forma, obrigado e espero descobrir alguém que possa me ajudar nesta questão.
Um ótimo ano de 2008, espero poder vê-lo alguma vez neste ano lá na I. P. de Santo Amaro.
Que Deus o abençoe.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
12/1/08 20:42 delete

ola,rev;augustus
Tenho prazer sempre ouvir esta recomendaçao sua para minha vida espiritual desse livro.Eu tenho certeza vai contribui muito para nos aqui em fortaleza.Com isto espero que cresça a igreja ipb com comentario desse livro no meio do estudandes que estuda para melhorar fe que nos temos no Senhor..
ILANYO
fortaleza- ceara

Responder
avatar
pr_marcos
AUTOR
30/7/08 23:46 delete

Como vai Pr. Augustus tudo bem.
Sou um admirador do senhor e de seus escritos, e com a maneira que tem defendido a fé reformada. Que Deus o continue usando nessa grande obra. Eu comprei a teologia sistemática do Pastor e Franklin e estou gostando muito do conteúdo, tem sido para mim de grande utilidade, pela simplicidade e a profundidade da obra. Gostaria de deixar aqui meus agradecimentos a Deus por ter levantado servos fiéis a ele, e por saber que ainda temos pastores zelosos pela obra de Deus.
Eu fui freqüentador da Presbiteriana da Suíça quando o senhor ministrava La. Hoje sou pastor também, já fazem quatro anos. Quero agradecer o irmão pela sua fidelidade as Escrituras Sagradas e dizer que Deus usou muito o irmão para me influenciar.
Pr. Marcos Vinicio

Responder
avatar
John
AUTOR
10/5/09 19:03 delete

Estou muito feliz e empolgado para comprar essa Obra e Lê-la.
O fato de eu estar muito feliz e empolgado é porque os autores são batistas e também reformados.
Há batistas que falam que é uma contradição Ser batista Reformado, ou você é Batista ou é Reformado.
Mas eu não creio nisso.
Creio que é possível, sim, ser um batista Reformado.
E eu sou um batista reformado e pronto. Estou nem aí se me criticam ou não.

Eu oro a Deus para que a fé reformada possa ser compreendida de verdade e não distorcida e também que Deus derrama benções sobre a sua vida. O Senhor tem sido um exemplo para minha vida.

Responder
avatar
John
AUTOR
22/5/09 18:13 delete

Eu já a comprei e amei muito.
É ótima essa teologia Sistemática.

Responder
avatar
28/10/13 22:35 delete

Olá Pastor Augustus Nicodemus, graça e paz de Cristo!

Gostaria de compartilhar algo com o senhor e ouvir sua opinião a respeito da impressão que tive quando li o Capítulo 3, ponto 5, da Teologia Sistemática dos irmãos Franklin Ferreira e Alan Myatt, em que aborda a natureza de Deus.
Na Página 70 os autores fazem uma abordagem das três pessoas da Trindade dando os seguintes nomes: Jeová, o Pai, Jeová, o Filho e Jeová, o Espírito Santo. Em cada um dos pontos eles argumentam que tanto o Pai, o Filho e o Espírito são Jeová. Isso não seria uma forma de unicismo ou modalismo?

Eu sei que na página 72 eles tratam da diversidade de Deus e argumentam que as três pessoas são distintas. Mas mesmo assim, isso seria margem para um entendimento dúbio dessa doutrina?

Por último, se entendemos o nome de Deus (YHVH) como Jeová (como os autores entendem) é bíblico mesmo chamar cada pessoa da Trindade de YHVH?

Acho que troquei as partes, mas deixe me apresentar rsrs!
Meu nome é Jhonathan, estudo no Seminário Teológico Batista do Ceará e estou cursando a disciplina de Teologia Sistemática e usando a T.S. dos irmãos, por isso as dúvidas!

Admiro o senhor e lhe acho um dos maiores expositores da palavra de Deus do nosso país, sempre claro e conciso! Que Deus continue lhe usando cada dia mais na exposição do Evangelho e lhe guardando debaixo de suas potentes mãos.

Fique na paz.

Em Cristo,
Jhonathan

Responder
avatar