segunda-feira, novembro 26, 2012

Augustus Nicodemus Lopes

Avivamento Reformado?

Estou cada vez mais impressionado com o impacto das doutrinas reformadas entre os jovens de todas as denominações no Brasil. E também em ver a combinação equilibrada de teologia reformada com expressões de culto, onde se combinam cânticos modernos e bem bíblicos com exultação e celebração. O que será que nosso Deus está fazendo em nosso país?

Acho que é bom lembrar aos irmãos que têm descoberto a fé reformada que ela é muito mais ampla do que os cinco "solas" e os cinco pontos do calvinismo. Estes são apenas a base. A visão de mundo trazido pela Reforma mudou continentes e criou nações. Na visão reformada Cristo é Senhor de todas as áreas da vida: artes, economia, política, educação. "Não há um centímetro quadrado da realidade sobre o qual Cristo não possa dizer: 'é meu'" (Abraham Kuyper).

Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

23 comentários

comentários
26/11/12 11:18 delete

Querido Rev. Nicodemus, graça e paz!

O senhor poderia nos indicar livros para iniciantes onde possamos estudar a fé reformada, indo além dos cinco "solas" e os cinco pontos do calvinismo como o senhor mesmo disse?

Obrigado!

Responder
avatar
Cléber
AUTOR
26/11/12 12:10 delete Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
Cléber
AUTOR
26/11/12 12:11 delete

Otávio, não sou o Augustus, mas tento ajudar: recomendo o livro Santidade, de J.C.Ryle, justo por ser focado em vida cristã, não na doutrina reformada em si.

Pequeno trecho: http://reformados.com.br/lingua-sa-corpo-doente/

Abraço!

Responder
avatar
26/11/12 13:10 delete

Rev. Augustus, sou um desses jovens impactados pela fé reformada. Fiquei intrigado com a parte "é muito mais ampla do que os cinco solas e os cinco pontos do calvinismo". O senhor pode explanar mais sobre o que quiz dizer com essa expressão? Talvez em um futura postagem?

Abraços.
http://www.sigocaminho.com/

Responder
avatar
26/11/12 15:48 delete

Oi Ricardo, creio que o Rev. Augustus quis dizer que a fé reformada é uma visão de mundo, pois ela trata da nossa relação com Deus, com o próximo e com o mundo. Família, igreja, sociedade, arte, economia, política, etc. A porta de entrada, creio que na maioria dos casos (e eu me incluo aqui) geralmente são as doutrinas da graça, via Spurgeon, Lloyd-Jones… mas o amadurecimento, certamente nos levará mais adiante, a uma visão de mundo reformada, ou calvinista.
Abs
Renato

Responder
avatar
26/11/12 16:07 delete

Rev. Nicodemus,
Por certo sou um dos impactados pela fé reformada. Eu não o era até que tive contato com a Teologia Sistemática de Wayne Grudem, livro adotado por esse disciplina no Seminário onde estudei. Desde então tenho ficado maravilhado com os autores reformados e me impressiono com a reação de espanto e alívio que apresentam aqueles a quem ensino essa doutrina. Um fardo enorme simplesmente desaparece de sobre seus ombros e é muito comum ouvir: "Mas então Deus é maravilhoso demais. Mais do que eu pensava"... Que continue a crescer o impacto da fé reformada em nosso país. Certamente há uma parcela de contribuição do seu blog para isso.

Responder
avatar
26/11/12 19:20 delete

Olá Rev. Augusto,

Eu sou um desses jovens, já fui pentecostal da AD, e hoje sou reformado da IPB, óh gloria! aleluia! rsrsrs.

Responder
avatar
Danilo Neves
AUTOR
26/11/12 23:53 delete

Deus pode estar fazendo uma mistura entre pentecostais e calvinistas, que redunde em maior impacto (entenda "santificação") nas famílias, igrejas e sociedade brasileira.

A pergunta que eu mais me faço é outra: será que os neopentecostais perderão força?

Responder
avatar
27/11/12 00:05 delete

Enquanto isso, o "pastor" Rob Bell, entrevistado da VEJA nesta semana, declara que faz parte da "lina de frente de algo massivo, que vai mudar tudo", "revolucionar o cristianismo".
Dentre as ideias desse sujeito, estão o universalismo, a inexistência de céu e inferno, a aprovação do casamento gay, a origem humana a partir da evolução... e que Gandhi está no céu...
O cara não faz referência à Bíblia em momento algum, são sempre os seus achismos e desejos. E ainda faz chacota das igrejas chamdas conservadoras.
Sabendo que em terrae brasilis tudo que é moda nos EUA logo vira modismo por aqui, preparem-se para uma "turnê" desse "pastor" por aqui. Aliás, é sintomático que ele percorra o circuito das grandes bandas de rock, afinal, quem busca fama e seguidores desse discurso politicamente correto, tem de se mudar para a California (onde estão os endinheirados jovens empreendedores da área de tecnologia) e "pregar" sob medida para o seu público.
Dito isso, louvo ao Senhor por esse despertar reformado entre os jovens de diversas denominações, respeitando a tradição e a liturgia de cada uma (inclusive dos que preferem o culto com cânticos tradicionais, que também são expressões de louvor e celebração), e rogo a Ele que continue aperfeiçoando a Sua obra nos corações dos santos, para que não cometamos os erros e os excessos do passado, retendo somente o que é bom.
Em Cristo,
Lucas

Responder
avatar
27/11/12 10:11 delete

Sou de Araraquara, tenho 24 anos e desde alguns anos a teologia reformada vem transformando todas as áreas da minha vida pela pregação séria da Palavra e centralidade de Cristo! Não sei o que Deus está fazendo no Brasil, mas parece ser o início de uma profunda transformação nas raízes de nossa nação. Que eu seja parte disso, para a glória do Santo! Abraço!

Responder
avatar
27/11/12 15:33 delete

Otávio, comece com Vivendo para a Glória de Deus, Uma Introdução à Fé Reformada (Joel Beeke).

Responder
avatar
Daniel
AUTOR
27/11/12 16:31 delete

Daniel, Santana do Livramento-RS

Rev. Augusto, sou mais um que estou me deliciando com os artigos que o senhor têm colocado neste blog, estou olhando também todos os vídeos que posso do senhor no youtube, muito obrigado por sua colaboração em nos fortalecer com ensinamentos puros, Deus seja louvado!
Não sei se é possível, mas estou com dificuldades em entender dois versículos (só pra começar...rsrsrs). O primeiro é "o Reino é tomado por força" Mt 11.12, tenho escutado que preciso me esforçar para entrar nos céus e o outro é "a letra mata, mas o Espírito vivifica" me falaram que é bom que eu estude mas devo tomar cuidado por causa desse fato.
Por favor, se for possível, gostaria de saber seu posicionamento quanto a esses textos, perdoe estar lhe incomodando.
Deus continue lhe dando graça!

Responder
avatar
Ricardo N.
AUTOR
27/11/12 17:16 delete

Para estudar a fé reformada, indo além dos cinco "solas" e os cinco pontos do calvinismo, eu recomendaria a obra "Calvinismo" de Abraham Kuyper.

Responder
avatar
27/11/12 19:18 delete

Olá Reverendo,

Gostaria de dizer que sou um desses jovens. Há mais ou menos um ano e meio fui impactado por Deus e despertei acerca de questões essenciais ao Evangelho. Para se ter uma ideia, era membro de uma igreja neopentecostal, e ávido defensor da nefasta e anti-bíblica Teologia da Prosperidade e todos os demais desvios e descaminhos deste tipo de seita. Hoje, convertido ao Evangelho da graça (pois descobri que jamais fora convertido de verdade) tenho me alimentado profundamente da fé reformada. E tenho descoberto o quão profundamente bíblica ela é. Realmente, a cada dia descubro mais que fé reformada é muito mais do que cinco solas. Agradeço a Deus imensamente por sua vida. Foi um dos ministérios que Deus usou para me ensinar e guias em direção a verdade.

Paz!

Responder
avatar
Chrys Roos
AUTOR
27/11/12 21:54 delete

Legal ver o comentário da galera impactada!
Também sou um destes!
Engraçado participar disso e ver como está crescendo.

Glória a Deus, que Ele continue abençoando os jovens que estão conhecendo as doutrinas reformadas, mas também a todos que estão sendo somados ao rebanho do nosso Sumo Pastor.

O que o irmão Augustus falou sobre a fé reformada ser muito mais ampla, é um sentimento que tenho experimentado junto com outros jovens irmãos, da fé ir a fundo na expansão prática do Reino de Deus através das várias áreas das nossas vidas.
Me interessei muito pelo livro do Joel Beeke e parece vir ao encontro do que o irmão Nicodemus falou.

A Paz de Cristo!

Responder
avatar
27/11/12 22:59 delete

Olá a todos! Que bom ver comentários de vários reformados que vieram de denominações diferentes! Eu mesmo congreguei por um ano na igreja adventista quando tinha uns 13 anos e voltei a congregar nela por ter vários conhecidos lá no ano passado. Só que eu descobri a página dos Internautas Cristãos no Facebook e de lá o site. Vi o curso de História da Igreja inteiro e costumo procurar por sermões lá ou no site Voltemos ao Evangelho.

Atualmente minha fé anda diminuída, passo alguns dias afastado de minha leitura da Bíblia e há muito tempo não faço um estudo de verdade, desde que me mudei. Nem tenho ido pra igreja todos os domingos, está meio difícil eu me adaptar a algumas coisas com a minha mudança... Mas quando eu voltar pro Brasil sempre me imagino congregando na IPB!

Faz parte de minhas orações pedir força e prazer pra trabalhar pela Igreja no Brasil no futuro. Acredito que essa oração se repete entre os que estão escrevendo seus relatos aqui. E torço pra que seja parte do plano divino um avivamento brasileiro, já que Ele já mudou o centro de força do cristianismo algumas vezes ao redor do mundo. Talvez seja assim que Ele garanta que todos ouvirão falar nEle.

Responder
avatar
Maykon Johny
AUTOR
28/11/12 00:40 delete

Realmente os Cinco Solas, a Doutrina da Predestinação e da Soberania de Deus são os pontos mais lembrados quando falamos em teologia reformada.

Mas penso que outro ponto tão relevante quando esses, é a questão da DOUTRINA DO PACTO, ou DOUTRINA DA ALIANÇA. Pois penso que ela faz toda diferença para um bom entendimento sobre como Deus se relaciona com Seu povo, além de dar um sentido realmente bíblico aos sacramentos, especialmente ao Santo Batismo. Dentre outras coisas.

"O Cristo dos Pactos" de O. Palmer Robertson é um bom livro para entender mais sobre o assunto.

Maykon

Responder
avatar
29/11/12 15:22 delete

QUE DEUS LEVANTE ESSA GERAÇÃO REFORMADA, QUERENDO OS CONFORMISTAS OU NÃO!

Responder
avatar
Fausto
AUTOR
29/11/12 17:34 delete

Rev. Nicodemus,

Sou extremamente grato a Deus pela sua vida. Através de suas pregações, artigos e aulas que acompanho via internet, o Senhor vem trabalhando de uma forma incrível em minha vida e na de outros colegas. Desde então nós estamos nos aprofundando na sã doutrina, e influenciando diversos jovens.

A forma de "ver", entender, adorar e servir a Deus foram transformadas em nossas vidas, e agora, posso dizer com toda certeza, tenho uma fé mais firme e não dependente de emoções passageiras.

Deus o abençoe. Saudações de Natal-RN

Att,

Fausto Jr.

Responder
avatar
Lucas
AUTOR
30/11/12 16:06 delete

Um bom começo está no blog
http://tempora-mores.blogspot.com.br/p/bibliografia-reformada-basica.html

Responder
avatar
1/12/12 22:38 delete

Pr. Augustus, ou outros que queiram contribuir com alguma reflexão a respeito, quanto a questão de doutrinas cristãs, quando pergunto a um irmão, "...mas, e, doutrina?" E a resposta é, "...que doutrina? O que entendo que importa que a igreja faça e pregue, é o evangelho, que Deus é amor, que quer que todos sejam salvos, que devo fazer minha parte ajudando os fracos e oprimidos por tribulações da alma que estão em busca de uma vida completa, abundante, o resto não importa, é debate teológico, se batismo é por aspersão, por imersão, com pouca água, muita água, se podemos ou não chamar Deus de Deus, de Jeovah, não importa, se é pentecostal, ou não, se é reformado, protestante, importa deixar algumas coisas claras, claro, como o homossexualismo ser abominação a Deus, a idolatria, não dar o dízimo, ser individualista...!" O que dizer a um irmão que pensa assim? E sei que é uma pessoa que realmente deseja andar no caminho de Deus, agradar a Deus! Sei que para mim, importa, conhecer cada dia mais o que Deus deixou bem claro em Sua Palavra que façamos com relação a adoração a Ele no culto, e na vida diária para glorificar Seu nome com nossas atitudes, que importa conhecer o que é certo, para descartarmos, pela Sua graça e poder o que é errado e nos separarmos das falsas doutrinas, mas ela, não entende assim, como debater isto por dentro da Palavra? Se tiverem artigos, estudos qualquer que seja a contribuição, ficarei muito grata!

Responder
avatar
2/12/12 14:38 delete

Eu acredito piamente que, a confissão que suportará todas as investidas do tempo e permanecerá defendendo as doutrinas genuinamente bíblicas contras as falsas concepções de mundo, entre as quais ergue-se nocivamente, a falsa ciência, é a confissão reformada com sua submissão a soberania divina, a singularidade de Cristo e as doutrinas que fazem com que os homens percam o sono, como o juízo final e o inferno.

Tudo aquém disso, creio, se renderá ao relativismo e ao antropocentrismo.

Responder
avatar
sicutchristi
AUTOR
3/12/12 11:47 delete

Rev. Augustus,
O senhor é provável que não se lembre de mim, pois mesmo tendo um das aulas da minha pós-graduação com o senhor, na Oitava IPB de BH, e outros momentos no seminário de BH. Venho acompanhando, tanto seus trabalhos, e palestras, como também fazendo a leitura do que o senhor expõe neste blog, em especial neste artigo.
Em conversa, por volta do ano de 2004, com Rev. Estevam Larson da Igreja Presbiterian Ortodoxa no USA, ele me dera tal informação que isto já estava acontecendo por, lá. Tal confirmação ouvi alguns anos do Rev. Ulísses Horta, professor que sempre recorro para pastoreio no meu ministério pastoral.
Hoje, tenho "experimentado" algo interessante no campo. Pessoas que vêm do meio neopetencostal ao abrir a bíblia, explicando com sinceridade e simplicidade, e ainda discorrer sobre as doutrinas calvinistas, e ainda passar para eles referências deste blog e de escritos que recebo de outros pastores reformados, eles saem maravilhados com a “beleza” e firmeza das doutrinas advindas da reforma.
Soli Deo Gloria
Abraços
Valério (pastor presbiteriano)

Responder
avatar