terça-feira, dezembro 24, 2013

Augustus Nicodemus Lopes

Como Você Pode Aproveitar o Natal?

Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

2 comentários

comentários
José Moglia
AUTOR
25/12/13 11:57 delete

Excelente a mensagem, apesar de simples, mas ao mesmo tempo profunda!! Fui muito edificado e agradeço muito a Deus pela vida do Sr. Reverendo Augustus, pois tem sido uma grande inspiração para a minha vida. Obrigado por ser um servo do Deus Vivo e nos ajudar tanto como tem feito nesse ano todo, tem nos ensinado as Escrituras, o maior patrimônio dos cristão e sua fé. E tem nos mostrado Jesus o centro de tudo! Deus abençoe e um feliz natal e um próspero ano novo para ti e sua família.

Responder
avatar
jaime alves
AUTOR
26/12/13 23:38 delete

Acabei de ouvir a mensagem acima “Como interpretar a bíblia”.

Como também por coincidência li um texto da sua pagina no face book em que um aluno fez um questionamento a respeito de Filipenses 1: 18

Meu Deus!

Até o dia de hoje eu avaliava texto e contexto baseado em um sutil pragmatismo, até conhecer a explanação feita pelo senhor.

É!...

Dizer que tenho tantos artigos baseados temporalidade do meu entendimento, pra mim o importante era que o evangelho seja pregado.

Como conciliar a sede que trado nas minhas “entranhas” de ministrar a sã doutrina?

E levar para os meus um pouco mais de idoneidade...

Sei que a resposta obvia seria mandar-me estudar.

Hebraico?

Grego?

Existe estrutura e tempo hábil para tornar-me um bom teólogo, exegeta?

Isto sem contar as limitações naturais germinada pelos obstáculos do cotidiano...

Responder
avatar