quarta-feira, setembro 13, 2006

Augustus Nicodemus Lopes

A Verdade Fragmentada

Na foto (tirada com meu celular ultrapassado, desculpem!) a Nancy Pearcey no Café Acadêmico das 14h de hoje, sendo interpretada por Eros Pasquini. Falou sobre a arte como uma janela para o mundo intelectual. Durante 45 minutos ela analisou os diversos estilos de pintura surgidos após o Iluminismo até os dias de hoje, mostrando como a história da arte moderna reflete a fragmentação do conceito de verdade e de realidade introduzido pelo racionalismo. Reivindicou ao final que os artistas cristãos não têm e nunca tiveram o dilema dos modernos e pós-modernos, de achar um lugar para arte depois que a mesma foi desconectada da verdade e da realidade. Muuuuuito bom e esclarecedor. Bem ao estilo do Francis Schaeffer e do Shoemaker no livro "A Arte Moderna e a Morte de Uma Cultura" (não traduzido para português). Para quem mora em São Paulo, ainda tem lugar hoje a noite para ouvir a palestra de Nancy sobre "O Mito da Guerra entre Ciência e Cristianismo".

Um abraço a todos.

Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

9 comentários

comentários
13/9/06 17:19 delete

Rev. Augustus,

Isso é de propósito para deixar esses réles mortais com água-na-boca?! =P

Brincadeiras à parte, graças a Deus a IPB/Mackenzie/Andrew Jumper sempre nos traz muito enriquecimento com seus palestrantes fabulosos.

Glória a Deus por isso!

Abraços

Responder
avatar
13/9/06 17:27 delete

Atendendo parcialmente ao clamor intenso de diversos amigos, a grande maioria oriunda do Brasil central, indico locais onde o áudio da Nancy, em palestras semelhantes, está disponível:

http://www.veritas.org/3.0_media/talks/58



http://www.veritas.org/3.0_media/talks/57

Solano

Responder
avatar
Onesimo
AUTOR
13/9/06 17:51 delete

Olá nobre Augustus gostaria de saber mais sobre Ela.Ela é reformada?quais os pontos centrais de sua filosofia?Quais os livros que já escreveu?.No mais que Deus te abençoe.

Responder
avatar
13/9/06 19:11 delete

Caro Onésimo:

Comenta um não tão nobre assim, postando a introdução à Nancy Pearcey, que foi lida ontem na sua primeira palestra. Traz mais informações sobre a veneranda Senhora:

Nancy Randolph Pearcey atualmente ocupa a cátedra Francis Schaeffer do Instituto de Jornalismo Mundial (World Journalism Institute), ensinando um curso de cosmovisão baseado no seu mais recente livro, que será lançado amanhã (13.09.06), em português – Verdade Absoluta: Libertando o Cristianismo de seu Cativeiro Cultural (Total Truth). Além de outras honrarias, este livro ganhou o prêmio medalha de ouro, na categoria cristianismo e sociedade, concedido pela Associação Evangélica de Editores Cristãos.

Autora renomada de vários artigos e livros, Nancy Pearcey já tem editado, em português, os livros: "E Agora, Como Viveremos?" e “A Alma da Ciência”. Este último, publicado pela Casa Editora Presbiteriana, traça a história do Cristianismo e da Ciência demonstrando a convergência existente entre esses campos.

Nancy Pearsey declarava-se agnóstica. Começou sua interação com as artes estudando violino em Heildelberg, Alemanha, na década de setenta. Viajou ao famoso campo de treinamento acadêmico de Francis Schaeffer – L’Abri, na Suíça onde teve o seu interesse despertado pelos desafios intelectuais da fé cristã. Sua formação acadêmica foi realizada na Universidade Estadual de Iowa, em filosofia, alemão e música. Seus cursos de pós-graduação stricto-sensu foram realizados no Covenant Theological Seminary, Estados Unidos, e no Instituto de Estudos Cristãos, em Toronto, no Canadá. É pesquisadora sênior do Discovery Institute, focalizando o seu trabalho nas implicações culturais e filosóficas da controvérsia evolucionista.

Palestrante requisitada, Nancy Pearsey realizou conferências nas Universidades de Stanford, Princeton e do Sul da Califórnia, entre outras, bem como proferiu palestras a grupos de cientistas nos laboratórios de Los Alamos e de Sândia, e à classe política norte-americana, na própria Casa Branca.

A Universidade Presbiteriana Mackenzie considera um grande privilégio receber Nancy Pearsey durante esses três dias, como Conferencista Principal do II Congresso Internacional de Ética e Cidadania e apresenta a ela as calorosas boas-vindas de toda a comunidade mackenzista.


Solano Portela

Responder
avatar
13/9/06 23:58 delete

Uma pergunta de quem está babando à distância:

essas palestras estão sendo gravadas? Se sim, estão franqueadas? Se sim, como obtê-las?

Das margens do Velho Chico,

Gilmar.

Responder
avatar
Alexandre
AUTOR
14/9/06 00:23 delete

O livro "Verdade Absoluta: Libertando o Cristianismo de seu Cativeiro Cultural"(Total Truth), foi lançado pela CPAD e o livro "E Agora, Como Viveremos?" em Parceria com Charles Colson também pela CPAD.Tem mais foi lançado este mês outro livro chamado "O Cristão na Cultura de Hoje" também com Charles Colson e também pela CPAD.Então são na verdade 4 livros da Nancy Pearcey.

Responder
avatar
Lou
AUTOR
15/9/06 12:00 delete

O meu celular não é pós-moderno e nem moderno, pois, não tem camera a bordo. Ele é mais hortodoxo.

Mas, dá para ver bem na foto o antigo companheiro Eros e, claro, a eminente conferencista.

Estou supondo que tudo está acontecendo no Campus da rua Maria Antonia, Certo?

Responder
avatar
15/9/06 17:16 delete

Lou,

De fato, tudo aconteceu no campus da rua Maria Antônia. A última palestra foi ontem a noite. Nancy falou sobre o evolucionismo e o seu impacto cultural, e terminou com uma crítica muito inteligente das pressuposições evolucionistas.

Não sabia que você conhecia o Eros Pasquini, que foi o tradutor da conferencista. Estou curioso para saber em que contexto vocês se conheceram.

Um abraço.

Responder
avatar
Lou Mello
AUTOR
19/9/06 19:54 delete

Na verdade, estive muito próximo da D. Elmira, mãe do Eros. A Missão Portas Abertas começou na casa dela e depois trabalhou junto com a UMHE, dirigida por ela. Nessa época, trabalhei na Portas Abertas e ficamos muito próximos. Almocei algumas vezes na casa deles em Atibaia. Não fomos amigões, apenas nos encontramos por ai, algumas vezes. Ele gostava de trabalhar com Os Conflitos da Vida e de dar aulas no Palavra da Vida. Um bom cristão.

Tô sentindo que você está querendo me conhecer. Cuidado! Você não pode ser visto em más companhias.

Responder
avatar