sábado, agosto 11, 2007

Augustus Nicodemus Lopes

Mais Duas Obras no Mercado Analisando a Teologia Relacional



Mais dois livros analisando a Teologia Relacional chegam ao público evangélico brasileiro, somando-se á obra publicada pela Editora Vida, "Teísmo Aberto" de John Piper. A Vida é uma editora pentecostal e o prefácio foi escrito por um pastor metodista.


Os dois novos títulos são "Não Sei Mais em Quem Tenho Crido", uma coletânea de artigos de Sproul, MacArthur e outros, organizada por Douglas Wilson, e "Não Há Outro Deus", por John Frame. Ambos foram publicados pela Editora Cultura Cristã, de linha reformada.




Essas obras chegam em boa hora para o público evangélico que busca orientação segura sobre essa teologia que tem encontrado resistência tanto da parte de evangélicos arminianos e pentecostais, quanto da parte de calvinistas e reformados.


Todas essas obras expõem as idéias formadoras dos conceitos da teologia relacional ou teísmo aberto e confrontam essas idéias com os ensinamentos bíblicos, chegando à conclusão de que se trata de um desvio fundamental do conceito bíblico de Deus.


Os livros podem ser adquiridos por esses links:



Augustus Nicodemus Lopes

Postado por Augustus Nicodemus Lopes.

Sobre os autores:

Dr. Augustus Nicodemus (@augustuslopes) é atualmentepastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia, vice-presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana doBrasil e presidente da Junta de Educação Teológica da IPB.

O Prof. Solano Portela prega e ensina na Igreja Presbiteriana de Santo Amaro, onde tem uma classe dominical, que aborda as doutrinas contidas na Confissão de Fé de Westminster.

O Dr. Mauro Meister (@mfmeister) iniciou a plantação daIgreja Presbiteriana da Barra Funda.

17 comentários

comentários
Anônimo
AUTOR
11/8/07 18:12 delete

Informacao de Interesse Publico:
------------------------------------------------------------
Comunicado à Comunidade Cristã Brasileira
------------------------------------------------------------
Video publicado em canais de televisão para tornar público que a Igreja Betesda, fundada em 1981 pelo Pastor Ademir Siqueira (em memória), está doutrinariamente desvinculada da atual Igreja Betesda liderada por Ricardo Gondim.

Link: http://www.youtube.com/watch?v=zUM3aRnpGIs

Responder
avatar
Marco Duarte
AUTOR
11/8/07 20:28 delete

Eu li o livro "Teísmo aberto", publicado no Brasil pela Editora Vida. Gostei muito do livro, pois ele critica os principais pontos da "Teologia Relacional" com base bíblica e histórica. Achei o livro bem organizado também. Em cada capítulo há um tema diferente, sendo cada um escrito por um teólogo distinto. Se não me engano, foi o primeiro livro publicado no Brasil dedicado somente ao assunto.
Além desse livro, indico também um artigo escrito por Valdeci da Silva Santos, publicado na última edição da revista Fides Reformata, organizada pelo Centro Presbiteriano de Pós-graduação Andrew Jumper.
Certamente, vou comprar esses livros lançados pela Cultura Cristã. Boa dica!

Responder
avatar
Marco Duarte
AUTOR
11/8/07 20:56 delete

Reverendo,

Aproveitando a oportunidade, gostaria que o senhor indicasse um livro de algum teólogo calvinista que trate da questão do mal X Deus de uma forma séria e profunda. Já li algumas obras sobre o assunto, mas gostaria de algo mais profundo. Sou amante da boa teologia, e calvinista convicto, todavia, gostaria de auxílio em algumas questões da doutrina.
Gostaria também que o Rev. indicasse alguma obra que trate da questão da liberdade humana X soberania de Deus, com foco na responsabilidade humana, eficácia da oração, etc. Existe algum livro que aborde especificamente esse assunto? Já li muitos livros do Sproul que aborda de leve essas questões, inclusive estudei Agostinho, Calvino, Edwards, mas gostaria de algo específico, com uma abordagem mais profunda. Como essas questões estão sendo muito discutidas no meio acadêmico, e nas igrejas, gostaria dessas indicações para estudo pessoal.
Que Deus continue lhe dando sabedoria. O blog tem me abençoado muito.
Desde já agradeço a ajuda.

Marco Duarte

Responder
avatar
Suenio
AUTOR
13/8/07 12:05 delete

Augustus,
sei que não tem nada haver com o seguinte post mas como eu queria lhe responder, espero que você leia isto:
quando disse que você está afim de poder, era no sentido de ter o poder de ser o detentor da "sã doutrina" coisa que o Pr. Ricardo nunca quiz. As percepções dele são tão humanas quanto calvino ou lutero ou você.
Você defende o que você considera a "sã doutrina" como se fosse ela dada diretamente a calvino, por Deus o que discordo.
Este "poder" de ter a reta doutrina, eu tô fora, por que não acho que nem calvino, você, eu ou gondim pode bater martelo nenhum sobre este assunto.

Mas uma coisa que me deixou muito triste foi a sua atitude de postar uma nota falsa que não tem nada haver com a betesda em si, e o pior, nem ter ligado lá, como se tudo o que alguem coloca no jornal é verdade. Foi uma nota de alguns pastores e presbiteros da igreja betesda, que não tinham nenhum direito de falar no nome de todos os membros da betesda que estão desligando o seu lider.
Continuamos seguindo as "heresias" do gondim, e abrimos mão das "heresias" dos arminianos e calvinistas.
Você continue com sua "heresia" calvinista, e nós com nossa "heresia" da Teologia Relacional, mas que possamos cada um de nós sermos mais amorosos entre cada um de nós, e que as nossas "certezas" não nos torno homens piores, mas que sejamos implantadores do reino de Deus.

Suênio

Responder
avatar
Oscar Fellani Bóis
AUTOR
13/8/07 14:35 delete

Para estimada Norma Braga

Percebo nos seus escritos que há uma intolerância contra o Teismo Aberto.

Disso não discordo, pois percebo grandes erros nessa teologia.

Porém percebo na FORMA como você escreve, uma intolerância na pessoa, a
saber, Ricardo Gondim. Por que digo isto?

Digo pelo fato de como você o DESCREVE em relação as suas dúvidas e a suas
posturas ante a sua Teologia Relacional.

Você parece que leva para o lado pessoal, mas que não seja este o fato
ocorrido.

Lembre-se que ele entrará no reino dos céus, mesmo pensando diferente de
você, então penso que você deveria ser menos intolerante nos seus textos,
não em relação a Open Theism, mas ao Ricardo, que por ser uma pessoa desnuda
de orgulho e arrogância, sem ter a pretensão de vociferar como o porta-voz
da Verdade Única e caminha por um trajeto onde o enxergamos, lemos e ouvimos
reconhecendo seus erros teológicos.

Todos apontam pra ele e dizem que ele está "diminuindo" Deus ou
"humanizando" Deus ou fazendo de Deus, um Deus pequeno, do tamanho de um ser
humano.

Isso é o que vemos, mas não é verdade, pelo menos pra ele. Ele não está
descrendo ou diminuindo (Pergunte se ele está!). Sua Teologia sim.

É que nem os arminianos (Pergunte se eles não aceitam a Soberania, mesmo que
sua teologia diz que sim). Pra nós, eles têm sérias dificuldades em aceitar
a Soberania do Todo-Poderoso, mas nem por isso eles não herdarão a Terra
Prometida. Mesmo pensando que Deus não engendra todas as coisas – que é uma
forma de diminuição do Deus como Deus.

São jeitos errados de “ver” a Verdade, porém, mesmo assim, suas fés não
descartadas por Deus, talvez as nossas, pelas lentes calvinistas, estejam
erradas (sou calvinista até que me provem o contrário).

Tenho 58 anos, moro em Madri. Digo que conheço boa parte de todas as
Teologias, Teorias que encontramos dentro do Cristianismo no mundo.

O Ricardo é uma pessoa tão boa e tão cheia do Espírito Santo que seu modo de
pensar, é, pra mim, apenas uma forma diferente de enxergar o Evangelho e
isso não é novidade, pois podemos diferenciar, e muito, um tradicional e de
um outro tradicional, um reformado de um outro reformado, um pentecostal e
um outro pentecostal.

Sei que você é jovem e muito talentosa, há muito que aprender, inclusive a
despoluir ou tirar as rebarbas das nossas teologias ou convicções.

Tenho certeza que se você estivesse junto com ele debaixo da ponte ajudando
uma transeunte bêbada a se limpar de suas melecas fecais, você mudaria a
FORMA de escrever sobre o que o Ricardo escreve.
Jamais aceitaria a TR, porém jamais o alfinetaria de forma que soa-nos
pejorativamente.

Mesmo que você não enxergue que escreva assim, é bom colocar as lentes de
quem lhe escreve discordando da sua forma de escrever, pois só reconhecemos
um erro quando damos ouvidos aos que se contrapõe a nós.
Abraços

Responder
avatar
13/8/07 14:59 delete

me diz pastor, antes de postar uma certa animação com a posição da igreja betesda em fortaleza, vc procurou saber oq aconteceu de verdade no dia em que isso comunicado ao pastor Gondim e, principalmente, COMO isso foi comunicado?

esse caso não se trata de teologia X ou Y, igreja A ou B. a gente está falando aqui de amor de Deus.


abraço's

Responder
avatar
Norma
AUTOR
13/8/07 18:48 delete

Oscar,

Apesar de ter achado estranho você ter postado aqui no Tempora uma mensagem para mim, em vez de ir a meu blog, vou tentar resumir o que entendi de seu comentário.

Você não discorda do que eu escrevo, mas discorda da forma como escrevo, atestando que pr. Ricardo Gondim é uma pessoa boa e compassiva e não mereceria isto.

Bom, eu discordo quanto à forma. :-) A forma com que escrevo é direta e às vezes até irônica, mas não é ofensiva. Há um post no meu blog em que falo dos autores que me influenciaram. Eles também não tinham papas na língua e argumentam com propriedade, mas jamais atacando pessoalmente os autores das idéias contra as quais escrevem. Penso que ataques pessoais são desrespeitosos, mas argumentação contundente, não.

Mais não posso dizer, porque você não me disse exatamente em que a forma de meus textos o incomoda.

Agora, há uma frase que me soa estranha vinda de um calvinista. Você disse que o pr. Gondim é uma pessoa "desnuda de orgulho e arrogância". Entendo que o estime tanto a ponto de vir ao blog de amigos meus defendê-lo contra o que postei no meu blog. Mas ninguém está desnudo de orgulho e arrogância, ninguém. Gondim pode ter tido a humildade de ajudar a moça embaixo da ponte, assim como eu tive a humildade de fazer algumas coisas nesses sentido - das quais poderia me gabar aqui, mas não farei, para o bem da minha própria alma. Mas sou terrivelmente orgulhosa em vários outros pontos, Gondim também - e você também. Perceba o quanto de atitude contra mim se encontra nesse seu julgamento. O tempo inteiro você trabalha com a idéia de que "Norma escreve de um modo odioso, logo ela é uma pessoa cheia de ódio". Eu acho mesmo que, antes de me ver dessa maneira, você poderia ao menos tentar ler o blog todo, tentar me conhecer. Até lá, você não pode falar praticamente nada de mim, mas sim das minhas idéias. Do mesmo modo, não estou atacando a pessoa do Gondim, mas as idéias dele. Isso se torna evidente para qualquer um que leia meus textos. Pena que não tenha funcionado para você. Desejo-lhe uma leitura menos enviesada da próxima vez, se houver.

Só para terminar: (1) Para temperar seu julgamento, você poderia dar uma checada nos textos de Gondim que falam contra os Estados Unidos. Aquilo é que é forma pesada. (2) Vários autores da Bíblia usam de uma linguagem muito mais pesada que a minha para tratar de desvios da Palavra. Convém também atentar para isso antes de se escandalizar com a forma com que escrevo.

P.S. Eu queria, de verdade, que as pessoas parassem de defender a PESSOA de Gondim, que não está sendo atacada, mas viessem falar das IDÉIAS. Sinceramente, essa confusão já deu o que tinha de dar. Isso para mim é mostra de inabilidade argumentativa.

Respondendo ao Ricardo:

Grande parte das igrejas ligadas à Betesda se separaram da Betesda do pr. Ricardo por incompatibilidade teológica. Isso é tudo de que precisamos saber para comentar o assunto. Se há alguma coisa que contradiga fundamentalmente a nota no jornal, era bom que vocês escrevessem dizendo o que é, em vez de ficar cobrando algo que não podemos fazer (apurar pessoalmente todos os fatos da história).

Responder
avatar
Anderson
AUTOR
13/8/07 21:52 delete

Rev. Nicodemus,

Acho realmente interessante que alguns crentes se postem a defender o pastor Ricardo com unhas e dentes.

Tive que ler várias vezes pra acreditar na postura do Oscar no post acima.
Ele defende que os fins justificam os meios.
Então se não fosse o pastor Ricardo e sim um espírita a socorrer conosco alguém sob a ponte da amargura, teríamos que mudar a forma de escrever sobre o que os espíritas escrevem??


E pior, ele se esquece do mal que esse pastor causa a milhares quando prega esse deus empacotado no teísmo aberto. Então ele merece elogios por ser sincero, mesmo quando abre mão da verdade bíblica?

Um abraço e obrigado pela indicação desses livros.

Anderson.

Responder
avatar
Norma
AUTOR
13/8/07 23:19 delete

Hahahaha, Anderson! Você foi muito mais contundente em suas poucas frases do que eu, no meu texto imeeeeeenso! :-D

Uma das minhas virtudes NÃO é a concisão. Perdoe, Augustus!

E vamos seguindo, apesar dos demonizadores de plantão. (Aliás, uma das primeiras coisas que um fora-da-doutrina "esquece" é que todos somos pecadores.)

Abraços!

Responder
avatar
Oscar Bóis
AUTOR
14/8/07 00:12 delete

Olá estimada Norma!

1) Posto aqui, pois venho tentando postar em seu blog há dias, e não consigo;

2) Digo que sua “forma” passa a ser “agressiva” independente das influências literárias que você teve. Os “passos” das formas que venhamos seguir podem ser inapropriados se não haver mobilidade em refletir ou criticar.

3) Defendo o Gondim, sim. Defendo-o dentro do respeito que tenho por ele mesmo sendo calvinista e apesar dele não me conhecer.

4) Em relação a desnudez (orgulho e arrogância), ele realmente o é (“desnudado”) em relação ao Evangelho, já diferente de ti, que pelo menos pra mim, é evidente sua dificuldade em relação a esses “demônios sedutores” (desculpe postar isso, mas achei necessário).

5) Não tenho dificuldade em destilar algo agressivo quando sei que se trata de um tirano ou algo de mau caratismo.
Penso que vc pega pesado com ele, pois ele é uma alma que ajuda o próximo, é apegado a Deus e ao Evangelho e apesar do Open theism, ele continua sendo querido e amado por Deus.

6) Em relação ao OT, nada tenho a falar, pois acho-a totalmente falha.

Como seu irmão em Cristo e crendo que ele pode nos usar, aqui, neste blog, para libertar-nos dos nossos males que achamos que uma benesse, venho encarecidamente, te pedir que você, quando for rechaçar algo sobre o OT, tenha o Gondim como se fosse alguém que você ama-mais-que-tudo, pois creio que Deus está em você e nele. Deus nele e em você, só me resta amar.
Faça como eu faço com você agora.
Discordo de algumas coisas porém, fica evidenciado o meu amor por ti mesma sem te conhecer.

Se um acha que Deus permite uma tragédia, outro pensa que Deus vê, mas não interfere e outro acha que Deus nem sabe, é óbvio que o grau de isenção/culpa, Soberania/Liberdade, está em oscilação constante.
Então continuemos a buscar a Verdade, mostrando para o próximo, mas com amor de “uma mãe para com um recém-nascido” (mesmo que o recém-nascido seja graduado e intelectual).

AMEMOS NAS LINHAS E ENTRE-LINHAS!
JORREMOS AMOR EM NOSSOS TEXTOS!


Beijos em sua alma que abriga o nosso Deus!

Responder
avatar
14/8/07 00:28 delete

Caro Augustus:

Parece que os comentários dos defensores do Gondim transbordaram do post anterior nesse daqui.

Fico impressionado com a insistência com que afirmam que a "nota é falsa", ou que "não tem nada a ver com a Betesda". Realmente não dá para entender essa postura de avestruz - enterrar a cabeça na areia pode ser viável por uns instantes, mas lá em baixo, além de escuro, fica bastante desconfortável após alguns minutos...

Como a "nota é falsa"? Não bastaram os cuidados - quando chegou ao nosso conhecimento - que você teve em ligar perguntando se era verídica; recebendo até o "fac-simile" do jornal; postando o jornal "scaneado" para que ninguém dissesse - "adulterou o texto". A nota expressa uma ocorrência, por mais que não gostem que tenha ocorrido.

O outro diz: "procurou saber COMO foi comunicado"? Dahhh, HEEELLLÔÔÔ - pela imprensa, meu caro; jornal e televisão! Não leu os comentários, links, enderços, etc.

Até parecem porta-vozes do governo - "a culpa não é de quem está envolvido, mas de quem relata o caso". E olhe que a sua postagem não indica concordância total com tudo que pode estar ocorrendo "do outro lado" - até porque não estamos lá, ou participando, para ver; simplesmente registra que há um racha e que ele foi provocado por posições teológicas.

Parece, também, que todo o amor cobrado, a gentileza de trato, o aprofundamento no contexto, a aferição real dos fatos - vai tudo para o espaço, quando as baterias são voltadas contra aqueles que estão meramente aludindo a um fato acontecido e mostrando que crenças exdrúxulas têm as sua consequências no reino de Deus. Aí vale tudo - vale xingar de sedento de poder; de intolerância pessoal; "porta-voz da verdade única"; chutador de alguém que não tem qualquer traço de orgulho e que transpira humildade por todos os poros; e por aí vai.

É impressionante, também, que, olhando-se a realidade do racha, ninguém do lado rachado (e não rachador) consegue meditar na possibilidade, sequer, de que TALVEZ, POSSIVELMENTE as idéias teológicas tenham algo a ver com isso. Não, são os que relatam que são os responsãveis pela cisânia no campo alheio; que estão militando contra a harmonia que deve reinar no seio da igreja.

Parece que há uma grande carência de um "choque de realidade" em muitos dos nossos comentaristas. Ficaram com o pé preso nos pedais da "distorção" e do "sustain" e estão embolando a sinfonia.

Um abraço azedo com tanta cara-de-pau,

Solano

Responder
avatar
Wilson Bento
AUTOR
14/8/07 02:23 delete

Hey Augustus, foi inaugurado um outro assunto agora, o RELATIVISMO, nesses comments, porque agora temos que engolir que existe a "verdade do Gondim" e a "verdade do Augustus", mas as duas levam ao céu e Deus nem se importa que voces são pastores com autoridade sobre pessoas para os ensinar e guiar, um fala auga o outro pedra, mas tudo bem!!!

Que cristianismo essa gente vive???

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
14/8/07 08:32 delete

A propósito do texto de Ricardo Gondim em que ele comenta sobre o que ocorreu em Fortaleza, vale a pena dar uma checada em dois posts do blog da Norma Braga. Parece que o dito é verdadeiro: "na guerra, a primeira baixa é a verdade".

O revelador é que não há nenhuma alusão, no texto de Gondim, ao pivô da discórdia, o teísmo aberto. Em outras palavras, ele agora lança uma cortina de fumaça para se evadir das questões centrais.

Goel

----------------------------------------------------------

Foi ótimo você ter linkado aqui esse texto. Uma moça da Betesda chamada Maria postou lá no blog do Paulo Brabo - alguém que prezo muito apesar das diferenças teológicas - que o que o pr. Gondim conta nesse texto não passa de mentira. Veja:

Comentário de Maria

"O Ricardo é muito mentiroso! Eu ouvi a reunião daquela noite, quinta dia 2 de Agosto, está toda gravada. Ele abençoou os pastores que quiseram sair da Betesda e achou “deselegante” o “piquete” demonstrado em frente a Igreja. Não ouve “dedos em riste”, “rostos crispados de ódio”, nem “placas batidas em pára brisa de carro”, mas sim hinos cantados de adoração a Deus. Quem adora a Deus não tem ódio no coração, só o homem carnal trama e vê o que a carne lhe mostra. O Ricardo é um apóstata da fé! Deus, a Seu tempo, o desmascarará.

“Por que Deus a de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” Ecl. 12: 14"

------------------------------------------------------

Para complementar o que Maria disse acima, trouxe esse comentário para cá, feito em post antigo. Retirei o nome do autor, para preservá-lo. Gondim sempre será mais lido em seu site que qualquer outro membro da Betesda, minha intenção com isso é trazer aqui um outro lado da história.

Comentário de Anônimo (seu nome foi retirado)

É triste, vergonhoso e deprimente o que aconteceu e está acontecendo com a Betesda.

Ontem 02/08/07, houve uma reunião geral na Betesda Sede e onde sentados à mesa estavam o Pr. Ricardo Gondim, o Pr. Eleinai e mais de 50 pastores, inclusive a Irmã Tereza (viuva do Pr. Ademir Siqueira e também fundadora) da Betesda. A igreja Betesda do Carlito Pamplona, como está momentaneamente sem pastor já que o PR. Carlos Jorge havia entregue o cargo por não concordar com a TR estava representada por 02 presbíteros, mas um só deles iria participar da reunião, isso mesmo "iria", pois ao entrar na sala e se acomodar foi "posto para fora" isso mesmo, convidado a se retirar, com isso o outro presbítero e o diácono que estavam a frente da igreja tentaram rever a situação e pediram para entrar também, e sabe o que aconteceu ? Lhes beteram a porta na cara.

Olha gente, isso é no mínimo arbitrariedade e arrogância pura por parte do Pr. Elienai e do Pr. Ricardo, isso não é cristianismo, não precisava chegar a esse ponto. Mas os planos do Pr. Elienai foram frustrados, pois ele achava que poderia simplesmente expulsar os que não concordassem com ele e ficar com os templos para dar continuidade a tudo o seu plano, não imaginava que a grande maioria dos pastores não iria aceitar e com isso saiu derrotado, destruiu toda uma história de 26 anos de vitórias e conquistas da Betesda, arrastou o nome Betesda na lama e envergonhou todos aqueles que durante anos lutaram, oraram e batalharam pelo Reino de Deus sendo membros da Betesda. Ainda por cima, a irmã Tereza saiu arrasada, declarou que destruiram o sonho do Pr. Ademir Siqueira de fazer uma igreja forte e que serve a Deus com plenitude, retirou da igreja o quadro do Pr. Ademir Siqueira enquanto saía em prantos.

Saldo Geral:
Destruição.

A Betesda vai se resumir a algumas igrejas.

Até agora mais de 40 congregações se desligaram e serão independentes, formarão um novo ministério, interessado em continuar pregando o único, genuíno e verdadeiro evangelho, interessado não em Teologias, pois isso não nos leva a um relacionamento íntimo com Deus, que vai continuar orando, e crendo que Deus pode sim operar milagres, que Deus continua sendo o mesmo Deus onisciente, onipotente e onipresente, que Deus está no controle de todas as coisas.

"Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam". Hb. 11;6.

Responder
avatar
Norma
AUTOR
14/8/07 12:02 delete

É, Oscar, o Solano respondeu por mim.

Veja uma coisa. É impossível você mostrar que peco por "falta de amor" e querer ainda demonstrar algum amor por mim dessa maneira. (Falo isso sem nenhum rancor nem acusação; é uma constatação.) Não só porque mal trocamos linhas, e portanto pouco você pode falar de mim como pessoa, mas sobretudo porque você não percebe que me julga, atribuindo-me um desejo de ferir Gondim pessoalmente quando o que quero de fato é esclarecer verdades teológicas que têm sido distorcidas por ele.

Novamente, o que está em jogo aqui são idéias e fatos.

Todos esses comentários lamentosos ou raivosos têm duas conseqüências, intencionais ou não: atribuir-nos a pecha de intolerantes e tirar o foco do assunto. Por mais que sua intenção tenha sido boa, perceba o resultado do que você está fazendo. Ele não é bom.

É tudo o que tenho a dizer - e, espero, fechando mesmo esse diversionismo e voltando, na medida do possível, ao debate. Sei que esse também é o desejo dos autores do Tempora.

E, por favor, aos que vêm defender Gondim - tentem, pelo menos tentem, desfazer a má impressão de diversionistas, juízes e irracionais: porque fogem do debate, porque nos julgam e porque jamais jogam com argumentos, mas com acusações chorosas. As únicas exceções honrosas que vi até hoje foram Hernan e Paulo Brabo - que, por mais que tenham sido contundentes e irônicos em suas mensagens, JAMAIS vieram com chantagenzinha emocional e julgamentos "carinhosos", como também JAMAIS me feriram pessoalmente, de alguma maneira. Mirem-se neles. E vejam que Brabo é amicíssimo de Gondim, mas não faz essas coisas.

Abraços ao pessoal do Tempora, esperando que a poeira baixe e que, por mais que pensemos diferente, possamos de fato aprender uns com os outros.

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
14/8/07 12:28 delete

Prezada Norma,

Fico imaginando em que loja de R$ 1,99 esta turma comprou este 'medidor de virtudes'.

Algo do tipo: eles acoplam ao PC este 'medidor' e quando chega um e-mail (ou lêem um topic) o bicho apita: 'péééé'! 'Atenção' 'E-mail orgulhoso' ou 'péééé'! 'Perigo' 'Post escrito sem amor'.

Que coisa!

Esta turma, em sua idolatria, não consegue colocar argumento contra argumento. Importaram a última moda herética dos Estados Unidos, e nem sabem como defendê-la!

Tristes tempos!

Goel

Responder
avatar
Anônimo
AUTOR
14/8/07 13:44 delete

Prezados, sou membro de uma igreja batista, portanto tenho embasamento biblico para argumentar e dar minha opinião. Sou leitor assíduo do tempora e tb do site do R. Gondim além de estudar teologia na FTSA, mesmo não sendo ou fazendo tudo que acabei de falar, por ser irmão em Cristo dos irmãos que aqui escrevem, tenho o direito de opinar, até porque o blog é público, se tal não fosse não haveria publicação de pensamentos calvinistas e etc.
Isto posto, acho que o diálogo sobre o assunto Igreja Betesda já se alongou demais, sei exatamente o que houve na igreja, mesmo não sendo membro da mesma, trata-se apenas de idéias contrárias, que em qq lugar da terra é normal, isso chama-se democracia sobre as idéias, só há o cisma, porque as vaidades se subrepõem ao entendimento de irmandade, o Deus é o mesmo.
Quanto ao Blog Tempora, acho excelente, apenas a argumentação sobre o assunto Betesda está parecendo o programa do Nelson Rubens da rede TV daqui de São Paulo, aliás o slogan que o apresentador do programa "TV FAMA" usa, cairia bem a esse assunto, diz assim : "Eu amento , mas não invento".
Fecho o assunto dizendo que todos nós precisamos estar orando pelo problema da Betesda e pelos envolvidos para que Deus possa apaziguar os ânimos e que a Betesda continue sendo aquele farol ou melhor "Lugar de Misericórdia" para as pessoas que carecem de salvação. Quanto a nós também salvos por Jesus Cristo, "calemos a boca" e vamos em frente.

abraços a todos e que Deus nos abençoe.
Abmael Vitor abmaelvitor@hotmail.com

Responder
avatar
14/8/07 14:26 delete

Amigos comentaristas,

Creio que o Abimael está correto. O assunto já foi amplamente discutido e as posições ficaram esclarecidas.

Estou encerrando a possibilidade de comentários deste post.

Um abraço a todos.

Responder
avatar