terça-feira, janeiro 10, 2012

A Bíblia no Brasil e suas traduções

Nesta entrevista com Dr. Rudi Zimmer abordamos a importância da Bíblia e a questão das traduções. Tenho minhas reservas quanto à Nova Tradução na Linguagem de Hoje como texto base para pregações e estudos, embora sempre a consulte como apoio.

11 comentários:

MAC disse...

Graça e paz Rev.

Excelente entrevista, assim como no post anterior.
Agora, a impressão que tive foi que, quando abordada a questão da NTLH, pareceu que o sr. tinha mais a falar, embora o tempo não permitisse. Foi só impressão minha mesmo?
Já ouvi dizer que a NTLH deve ser considerada como uma paráfrase, mais ou menos como John Piper fala nesse vídeo http://www.youtube.com/watch?v=F9Ej_012sXE, então, o sr. tem algo mais a dizer - ou ja disse - sobre isso?

Abraço, Mac.

sandro barcelos disse...

REV AUGUSTUS, COM CERTEZA HA UMA INFINIDADE DE PESSOAS DESEJOSAS DE UMA ORIENTAÇAO CINSERA A RESPEITO DE QUAL TRADUÇAO OU QUAL SOCIEDADE BIBLICA RELMENTE ESTÁ COMPROMETIDA COM A PRESERVAÇAO DA PUREZA DA MENSAGEM BIBLICA ATRAVÉS DO TRABALHO DE TRADUÇOES , POIS TENHO LIDO A RESPEITO DAS CRITICAS QUE A SOCIEDADE BIBLICA TRINITARIANA TEM FEITO A SBB E OUTRAS SOCIEDADES QUE ME PARECEM ENDOSSAR A BLH QUE SEGUNDO A SBTB DIMINUE A DIVINDADE DE CRISTO E A PESRSONALIDADE DO ESPIRITO SANTO ENTRE OUTRAS NUANCES QUE MODIFICAM SUTILMENTE AS DOUTRINAS FUNDAMENTAIS COM ISSO ME PARECE QUE A SBB DA ENFAZE A TRADIÇAO DOS TEXTOS CRITICOS DE Westcott e Hort

POR FIM DESEJO FAZER DOIS PEDIDOS

PRIMEIRO EM RELAÇAO A TRADUÇAO NOVO MUNDO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ O QUE O SENHOR TEM A DIZER A RESPEITO SENDO QUE ELES SAO ENFATICOS EM AFIRMAR QUE A TRADUÇA DELES É A MELHORE MAIS CONFIAVEL ?


SEGUNDO GOSTARIA SE FOSSE POSSIVEL UM ESCARECIMENTO SOBRE O QUAL A DIFERENÇA ENTRE TRADUÇAO E VERSÃO ? AS VEZES OS CONCEITOS FICAM MEIO CONFUSOS NA LITERATURA SE PUDER ME DAR UMA MELHOR DEFINIÇAO FICAREI GRATO !!

seu conservo em cristo

SANDRO BARCELOS

Rosimary Vasconcelos disse...

Graça e paz amado,já testemunhei muitas discussões sobre as traduções das escrituras,sempre tenho cuidado,pois como em tudo neste mundo há sempre o lado bom e o lado negativo das coisas,a bíblia judaica por exemplo acho excelente,já que pega o texto na raiz,mas precisamos avaliar todas as coisas e guardar as proporções...cuide-se fica com Deus.

http://wwwserenissima.blogspot.com/

Dani Bereana disse...

Amei,entrevista, muito esclarecedora, e importante!
Sabendo, como se dá o processo, fica bem mais fácil, refutar, idéias bobas que tentam, denegrir a bíblia e lhe tirar a autoridade.
Idéias essas, que sempre surgem no dia-dia, de quem lida com pessoas que não são convertidas.
Sempre grata, ao excelente trabalho prestado ao Reino
Dani Lima

Tania Cassiano disse...

Pastor,
Ainda tenho um longo caminho a percorrer quanto à interpretação bíblica, mas sempre que presenteio aos que nunca ouviram falar do Evangelho, ou dou a NTLH ou A Nova
Bíblia Viva, e como falou o Dr.Rudi
Zimmer, elas sempre acham mais fáceis de entender.
Abs.

Fábio Vaz disse...

Rev. Augustus, também tenho "minhas reservas" quanto à NTLH, e a considero como uma paráfrase e não como uma verdadeira tradução (opinião pessoal minha). Além disso, uma paráfrase numa linguagem simplória (não simples, mas realmente simplória!), e até mesmo idiotizante... prefiro a NVI, a ARA e a A21, nessa ordem... mas certamente é extremamente importante consultar o maior número de versões possível, incluindo os textos nos idiomas bíblicos originais. Penso que a melhor tradução em português das Escrituras Sagradas ainda está para ver a luz... quem sabe, um dia, tenhamos versões bem melhores à nossa disposição. De qualquer modo, como brasileiros, somos privilegiados por ter à nossa disposição tantas versões da Bíblia. O que me incomoda é que vejo muitos irmãos adquirindo Bíblias "pela capa", sem saber ao menos que tradução estão levando para casa... enfim, como líderes, precisamos falar sobre isso ao povo. Parabéns pelo post.

celso murylo disse...

A materia que o Dr. Rudi Zimmer não se lembra é a do psiquiatra inglês Anthony Daniels , que trabalhou por quinze anos em prisões e atualmente é apenas escritore. Está na revista Veja de 17/08/11, edição 2230.Leia o comentário no blog:http://casosempsiquiatriaforense.com.br/nao-existe-dependencia/

É curioso que está matéria não foi explorada pelos evangélicos na internet.

Casal 20 disse...

Olá, Reverendo. Tivemos o privilégio de ouvir sua maravilhosa exposição de Romanos 1-8 no Palavra da Vida. Foi impactante e muito nos alimentou! Oramos pelo seu ministério.

Quanto à SBB: Engraçado, já eu tenho reservas é com a SBB que me publicou a Bíblia ARA tendo ao final da edição um estudo sobre o adventismo e Ellen White: uma versão feita sob encomenda para a Igreja Adventista do Sétimo Dia! Alguém podia me explicar porque cargas d'água uma editora cristã que recebe apoio financeiro de cristãos do mundo inteiro edita uma Bíblia com um estudo de várias páginas defendendo o adventismo?!

Falo do que vi! Peguei a Bíblia, folheei e corei de vergonha!

Abraços sempre afetuosos.

Fábio.

Augustus Nicodemus Lopes disse...

Fábio,

Estou surpreso. Não sabia que a SBB publicava Bíblias defendendo o adventismo. Lamentável.

Um abraço.

Joel disse...

Caro Dr. Augustus,

Este, indubitavelmente, é um assunto digno de atenção. As traduções da SBB são boas, contudo, depois que li a tradução feita pelo Dr. David Stern, publicada pela editora Vida, algumas concepções fazem muito mais sentido.

Ilustrando: Na oração modelo, Mt 6:9.

Versão: Novo Testamento Judaico, Vida;
Pai nosso no céu! O teu nome seja mantido santo.

Versão: Revista e Corrigida, SBB;
Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome.

São diferenças sutis que, para mim, são relevantes.

Gostaria que mencionasse se conhece esta tradução.

Grato.

Abraço.

Joel Vieira

Augustus Nicodemus Lopes disse...

Joel,

Não conheço a tradução. Apenas comento que este tipo de "nuance" é coisa muito tênue para se avaliar o valor de uma tradução. No caso, o impertivo do aoristo pode tomar várias nuances, dependendo do contexto e do relacionamento dele com outros verbos. A tradução "santificado seja" está gramaticalmente correta.

Abs.
Augustus